Estamos contratando, veja nossas vagas.

Blog

O uso da tecnologia da biometria facial para a nossa segurança

thumbnail_a7720c2a547649519cc0f208f4667b0a_06-08-Biometria_facial-A_tecnologia_que_traz_mais_segurana-sem-ttulo
Tecnologia

O uso da tecnologia da biometria facial para a nossa segurança

O mercado tecnológico fincou de vez seus pés no nosso presente e já deixou registrado que trilhará o futuro conosco. Mas, afinal, onde entra a biometria facial em tudo isso? Vamos falar um pouco mais dessa tecnologia voltada à segurança.

O mundo atual evoluiu tanto e tão rápido nos últimos tempos que boom social e científico, embora esperado, ainda pega muitos de surpresa com contas bancárias invadidas, celulares e Whatsapps raqueados, cofres esvaziados, residências dilapidadas ou fórmulas secretas perdidas, etc.

Ficou curioso para saber o que é e como a biometria facial promete resolver esses problemas de segurança no Brasil e como essa tecnologia funciona? Continue a leitura!

Biometria fácil: o que é e como surgiu tal “conceito”?

Essa nova tecnologia, na verdade, não é inteiramente tão nova como acreditam. O reconhecimento facial semi-automatizado foi desenvolvido em 1960 e nesta época a identificação de características faciais em fotografias – ou seja, em imagens estáticas – ainda necessitava de atuação humana para localizar olhos, nariz e boca, por exemplo, para só então esses dados serem utilizados para formar um padrão facial de uma pessoa.

Hoje em dia, após muitas evoluções desde o pontapé inicial do reconhecimento facial, a ferramenta já trabalha sozinha identificando, coletando e codificando as características biológicas humanas.

A biometria facial nada mais é do que um tecnologia capaz de identificar feições humanas, codificá-las e, após reunidas tais informações, utilizá-las para confirmar a autenticidade de um rosto de maneira rápida, fácil e prática: basta cadastrar seu rosto que ele será sempre identificado pelo sistema.

Após o início da pandemia essa tecnologia vem se aprimorando com uma rapidez imensa. Precisamos destacar que a biometria facial vem sendo utilizada desde a esfera de segurança pública até privada nos ramos empresariais, transporte, residências, universidades, escolas, academias, etc. Tudo isso com um único objetivo fundamental: a nossa segurança.

Quais são as variáveis utilizadas para codificar um rosto com precisão?

Você sabia que sua face tem mais de 80 pontos nodais que te individualizam e assim, são características biológicas utilizadas para identificar e registrar a sua “assinatura facial”? É verdade!

A face é rastreada pelo sistema, e, como no modelo arcaico, o computador encontra os pontos centrais. São eles:

  • distância dos olhos;
  • boca;
  • tamanho, formato e comprimento do nariz;
  • limitação de formato e comprimento da cabeça;
  • marcas e cicatrizes;

Apenas após essa fase é que as informações extraídas são registradas e codificadas como forma de assinatura digital facial já que sua impressão facial é determinada por inúmeros fatores certeiros. E o que é mais interessante é que formas geométricas são, de fato, métricas utilizadas até hoje para medir essa ilustração facial.

Pode ser que não você ainda não tenham reparado, mas atualmente seu rosto vem sendo rastreado em todos – ou quase todos – os meios sociais: de mídias à câmeras de vigilância. Até em aplicativos é possível descobrir com qual famoso você se parece, por exemplo, e essa é claramente uma técnica de reconhecimento facial.

Segundo o jornal El País, este mercado do reconhecimento facial atua como protetor, mas também tem um viés de invasor de privacidade. Seja como for, já existe a comprovação de movimentação de capital exorbitante em estudos e implantação dessa tecnologia: cerca de 3,3 bilhões de dólares no mundo todo! É o futuro chamando!

Quer saber o que mais se encaixa no novo normal dos avanços tecnológico daqui em diante? Temos um post bem elucidativo sobre isso!

Tipos de biometria facial presentes em nossa rotina

Como se ainda não fosse suficiente esse avalanche de informações, ainda existem tipos de biometria que são utilizados todos os dias – exemplos são o registro de ponto no trabalho, a Justiça Eleitoral que lê a impressão digital, veias , geometria de mãos, assinaturas eletrônica

Passando à análise de características do rosto, o reconhecimento do rosto todo ou só de partes como da íris, de retina e até de voz podem ser considerados tipos de biometria facial.

Identificação facial em aeroportos e postos policias

Acredite se quiser, mas é possível um ser humano aplicar técnicas de biometria facial ao “ler” outro ser humano. É um meio muito menos preciso no sentido de codificação de dados, mas muito eficiente quando se trata de identificação facial.

É estranho pensar que uma tecnologia pode ser utilizada de forma tão simples por seres humanos, não é mesmo? Porém o reconhecimento facial por humanos é prática constante em diversos lugares. Mais rudimentar? Sim. Menos eficaz? Sim e não.

Técnicas de leitura de rostos são ensinadas aos profissionais de aeroportos e rodoviárias para liberar a entrada ou saída de passageiros e agentes da segurança pública e privada do mesmo modo que a máquina de escaneamento é nutrida: os pontos nodais de identificação são os mesmos, inclusive ao olho humano.

Algumas vezes elas podem falhar quando realizadas por humanos, mas trata-se de uma boa primeira análise, por exemplo, que na dúvida poderá ser identificada então em um servidor. Indivíduos andam lado a lado com a tecnologia, não poderia ser diferente.

Ninguém está rindo da sua foto “de agora” mandada para o app bancário

Sim, esses comandos que vez ou outra aparecem em seu smartphone quando você vai se conectar ao aplicativo do banco para fazer uma transação financeira são a mais pura utilização de biometria facial.

Diferente do que pensam – felizmente ou infelizmente – trata-se de uma forma de prevenção de fraudes que, na maioria esmagadora das vezes é gerenciada por uma inteligência artificial do servidor, por exemplo, e não por humanos.

E não existe uma só foto em seu cadastro, já notou? Quantas vezes você já tirou foto sorrindo, piscando ou sério para o app financeiro esse ano, hein?

Os olhos falam: reconhecimento por meio de leitura de retina e íris

A biometria facial por meio de análises dos olhos é também muito utilizada, principalmente pelo e no meio corporativo (da empresa até as residências altamente tecnológicas). Partindo novamente da necessidade de segurança – pessoal, financeira, jurídica –, a leitura de íris e retina é um meio basicamente impossível de ser fraudado, haja vista que cada ser humano tem olhos com características estritamente individuais e inimitáveis.

Sabe aquele filme em que o grande empresário quer adentrar em uma sala do seu prédio que só ele tem acesso permitido, e esse acesso se dá justamente pelo escaneamento do olho? Esse cenário de cinema já é uma realidade em nosso meio, que inclusive só tende em crescer. O filme imita a vida, não é mesmo? Ou seria o contrário?

Agora que você já conhece um pouco mais sobre essa nova tecnologia que é novidade mas não é nova, já está curioso para usar? Já usa e não sabia? Nos conte o que achou do tema! E ainda, assine a newsletter da ClickSign para receber em primeiro mão o conteúdo do nosso blog que sempre abarca as mais variadas discussões, novidades e tendências tecnológicas do Brasil e do mundo!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *