Estamos contratando, veja nossas vagas.

Blog

Imobiliárias digitais: o que são e porque você ser uma

Negócios / Tecnologia

Imobiliárias digitais: o que são e porque você ser uma

Imobiliárias digitais podem ser a solução para uma geração acostumada com que procedimentos, tidos como burocráticos, sejam resolvidos online. Na era digital, torna-se cada vez mais exigido do mundo mercadológico acompanhar as tendências externas.

Nesse sentido, os padrões do mercado imobiliário, quando equiparados com a praticidade da tecnologia, tornam-se minimamente obsoletos. As demandas sugerem que tudo seja muito mais imediato; os consumidores estranham quando há necessidade de locomoção apenas para lidar com processos contratuais ou assinaturas.

Dessa forma, para lidar com o cenário em questão, inúmeros setores do cotidiano já adotam modelos e plataformas virtuais. Órgãos do governo, escolas e restaurantes, por exemplo, estão cada vez mais aptos para lidar com as consequências e facilidades digitais.

A seguir, infere-se os benefícios de adotar um modelo virtual, seus impactos na corporação imobiliária e suas proporções atuais.

Uma nova cultura: imobiliárias digitais

A implementação de vias digitais compete diretamente na estrutura social que insere-se o mercado. O mundo está passando por uma transição, onde alguns lugares estão mais avançados que outros. É necessário não apenas aplicar a tecnologia, mas de fato vivenciá-la como uma nova ordem cultural.

Nesse contexto, mudar padrões tradicionais e reconhecer o novo como um aprimoramento é essencial. Muitas companhias atualmente resistem à mudança, por receio de prejuízos ou má adaptação. Dessa forma, acabam adotando plataformas apenas parcialmente.

Para que haja uma transição tranquila, aconselha-se começar gradativamente, porém ciente das novas possibilidades. Assim, adotar plataformas online intuindo apenas o marketing é algo frequente, porém não assertivo.

Além disso, vale salientar a relação da equipe com as facetas tecnológicas. Existe a necessidade de conhecer seu público alvo e estabelecer uma conexão com o mesmo, bem como atualizar sites e notificações periodicamente. Quanto mais frequência e meios comunicativos, mais seguro ficará o processo e a adaptação para o formato digital.

Dessa maneira, estrutura-se uma rotina para apresentar os serviços: a equipe de fato precisa se familiarizar. Nas redes, a quantidade de seguidores é algo muito superficial; não aponta de fato um negócio de sucesso e de inúmeras demandas. Por esse fator, a imobiliária deverá estar apta para criar uma conexão que persuada exatamente quem precisa conhecer seus projetos.

Assim, visando uma estabilidade sólida e independente de audiência, o ambiente corporativo deverá ser objetivo em seus intuitos. Pautar suas maiores qualidades, anunciar as conquistas recentes e sempre manter suas plataformas atualizadas. Poderão também inovar em meios comunicativos, por meio de automatização de e-mails ou chatbot (por exemplo)! Com isso, os clientes terão um suporte claro e transparente, estimulando a proximidade e confiança.

A nova geração e o ramo locatário

Atualmente, no ramo de uma imobiliária tradicional, faz-se basicamente as mesmas funções que nas imobiliárias digitais: propõe negócios entre duas bases de interesse, concede visitas, vistorias e laudos, possui contratos de locação e assinatura eletrônica.

Nesse sentido, o diferencial de imobiliárias digitais é justamente a geração atual. A geração Z (1994 a 2006) é o grupo social que marcou o início de uma era tecnológica. O foco principal das empresas está sendo formulado justamente para esse contexto: crianças e adolescentes que cresceram amparados por diversas respostas imediatas ao alcance de suas mãos, mediadas por dispositivos eletrônicos.

Ademais, é inegável que dentro de poucos anos o mundo irá tornar-se inteiramente tecnológico em demanda de seus indivíduos. Segundo a revista estadunidense Fast Company, estima-se que até 2025, os nascidos entre 1994 a 2006 representarão 70% de consumidores mundiais. Por esse fato, é compreensível a necessidade de remodelar meios considerados ultrapassados atualmente. 

Com todas as praticidades viáveis, tornou-se normal fazer compras on-line com débito automático ou assinaturas em aplicativos e sites. Dessa forma, oferecer opções limitadas de pagamento é retroceder ainda que digitalmente! É necessário rever formatos para que sejam compatíveis com o resto do mundo mercadológico.

A competitividade implica em diversos segmentos corporativos: operacional, criativo, qualitativo, e gestacional (dentre outros). Dessa forma, empresas que disponibilizarem recursos mais complacentes com seus clientes irão lucrar com a inovação.

Por essa perspectiva, é imprescindível discernir a marca de sua empresa, seus ideais e objetivos. Dessa maneira, ocorre uma agregação de valores ao seu nome corporativo e facilita possíveis identificações em relação com seu público.

A gestão tecnológica

Para além de todas as relações pautadas, existe uma extensa lista de benefícios quando há a opção por uma imobiliária digital. Visando uma desenvoltura eficiente e operacional, a equipe precisa estar integrada na rotina digital como novo ambiente de trabalho. Além disso, oferecer meios comunicativos que aproximem clientes de suas gestões, bem como acatar novidades iminentes.

Assim, surgirá uma harmonia associada ao ciclo corporativo: as demandas da empresa haverão de subir e sua burocratização sofrer uma vertigem gradativa. Esse fato ocorre porque, com todas as soluções oferecidas por uma plataforma digital, procedimentos outrora burocráticos agora podem ser solucionados sem mais delongas.

A plataforma de assinatura eletrônica da Clicksign promove ferramentas disruptivas que auxiliam na gestão de documentos e contratos em transações imobiliárias. Assinaturas eletrônicas por intermédio de SMS, WhatsApp e E-mail, bem como laudo de vistoria de imóveis!

Todas as habilitações são amparadas judicialmente, o que impacta também nas normas de segurança de toda a empresa. A Clicksign reconhece a importância da transparência com os clientes, e acredita que o mundo pode ser melhor e mais leve com a utilização da tecnologia a seu favor.

Dessa forma, todo o procedimento corporativo depende de uma formação e harmonia suntuosa entre seus componentes. Oferecer uma ouvidoria, estar sempre à disposição (tal qual um corretor fica de plantão em seus imóveis), é indispensável para uma satisfação sólida que se identifique com sua natureza.

É sempre útil ressaltar que apesar da maioria das transições atualmente serem feitas de forma online, dados e números nunca substituirão a real vivência. Relações e conexões reais precisam se manifestar mesmo em ambiente digital! Encarar os clientes não apenas como consumidores, mas também como figuras que participam de sua vida corporativa é permitir-se ver por outro ângulo.

Comments (2)

  1. marcos

    Muito bom e útil este site.
    Gostei muito!
    Parabens!!!

    29/03/2021 at 17:04
    |Responder
  2. Rc Cursos Online

    Sou a Cíntia Morais, gostei muito do seu artigo tem muito
    conteúdo de valor parabéns nota 10 gostei muito.

    30/03/2021 at 02:32
    |Responder

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *