Estamos contratando: Conheça nossas vagas.

Blog

Segurança na internet: fique seguro na era da informação

homem digitando no notebook
Tecnologia

Segurança na internet: fique seguro na era da informação

Com a geração dos nativos digitais chegando para o mercado de trabalho e com todas as automações invadindo os processos das empresas, é natural falarmos sobre segurança na internet. Afinal, em todos os ambientes – inclusive no digital – estamos expostos à fraudes e pessoas mal intencionadas.

Quando pensamos sobre isso, a imagem formada na cabeça da maioria das pessoas é a dos vírus instalados nas máquinas por pessoas descuidadas, que não sabem identificar esse tipo de ameaça. Isso realmente acontece, mas não é somente dessa forma que podemos nos expor aos perigos online. Ameaças invisíveis também existem, e é preciso estar atento a elas!

Essa questão fica ainda mais séria quando pensarmos nas empresas que atuam, mesmo que parcialmente, em ambientes na internet. Proteger dados sigilosos, principalmente os da sua base de clientes, deve ser uma prioridade na mente de todos os gestores. Você já pensou sobre isso?

Para tratar detalhadamente sobre a segurança na internet, o time da Clicksign preparou esse conteúdo completo que te ajuda a identificar os perigos na internet, as formas que as empresas devem se proteger e algumas dicas práticas para identificar fraudes ou sites suspeitos. Precisa desse estudo? Então não perca tempo, siga a leitura e aprenda com a gente:

Por que falar de segurança na internet?

A internet é uma verdadeira ferramenta que ajuda pessoas físicas e jurídicas a alcançarem um ótimo potencial de comunicação e agilidade na troca de informações no dia a dia. Nós sabemos muito bem disso, pois é com a internet que podemos nos beneficiar de tantas coisas que deixaram nossa vida mais simples, como os apps de delivery, de carona e os aplicativos de pagamentos com cashback.

Entretanto, todas essas facilidades exigem uma contrapartida nossa: o fornecimento de dados. Desde os dados pessoais, como nome e endereço, até dados mais complexos, como as informações do cartão de crédito, nossa localização e nossa rede de contatos com quem estamos trocando informações todos os dias.

Essas informações têm um valor inestimável e, nas mãos erradas, podem ocasionar sérios prejuízos. Portanto, o tema da segurança na internet se faz importante. Com algumas práticas e precauções é possível usufruir de todos os benefícios da tecnologia sem se colocar em risco. Afinal, hoje em dia não podemos simplesmente abrir mão de toda a tecnologia e voltar para o analógico, você não concorda?

Logo, o melhor que podemos fazer é nos informar, estarmos atentos e ter atitudes seguras no nosso dia a dia para não nos tornarmos vítimas de golpes da internet.

Os diferentes perigos digitais

Como falamos no início do post, não é apenas espalhando vírus que os criminosos cibernéticos atuam. Na realidade, existem diferentes práticas que podem colocar seus dados em risco. Abaixo, listamos as principais que você precisa ter em mente:

  • Códigos maliciosos: qualquer parte de programas ou scripts com a intenção de provocar prejuízo à máquina. São os vírus maliciosos, cavalos de troia, spyware e adware, por exemplo.
  • Dispositivos roubados: você tem o costume de carregar seu notebook com você quando sai de trabalho e faz o caminho para a casa? Nesse trajeto, existe a possibilidade de perder seu computador ou tê-lo furtado e, assim, expor seus dados para pessoas mal intencionadas.
  • Phishing: esse é o nome dado à prática criminosa de se passar por uma outra pessoa ou organização e roubar dados da vítima. Como o exemplo bastante comum de mensagens de texto de criminosos se passando por funcionário do banco, solicitando números e senha do cartão de crédito.
  • Exposição em redes desprotegidas: o quão criteriosos somos com as redes wi-fi que nos conectamos hoje em dia? Ao acessar certos tipos de redes públicas, podemos estar dando acesso ao nosso computador para outras pessoas, que terão liberdade para conseguir algumas informações sigilosas. Lembre-se disso na próxima vez que conectar seu computador ao wi-fi aberto da cafeteria!

Leia também o nosso post sobre Fraudes na internet: por que aumentaram e como se proteger nos dias de hoje e se aprofunde nos estudos sobre essas práticas.

Comece por você: boas práticas para a segurança na internet

Com os riscos de segurança na internet em mente, é preciso começar a se educar e ter atitudes preventivas que te impeçam de cair em golpes digitais. Ter seus dados pessoais e financeiros roubados é a última coisa que você quer enquanto navega pela internet, por isso, separamos algumas boas práticas que você deve ter em mente para evitar essa infelicidade:

Saiba como identificar um site seguro

No dia a dia na internet, é quase impossível não navegar por sites novos. Afinal, conforme o tempo passa novidades vão surgindo e facilitando nossa vida, como ferramentas ou portais novos que deixem o dia de trabalho mais produtivo. Por isso, não vamos falar para você se ater apenas aos que conhece e virar as costas para os sites desconhecidos – sabemos que isso não é nada prático!

Ao invés disso, a nossa recomendação é saber identificar os sites seguros. Para tal, basta identificar se o site acessado possui o certificado SSL. Você faz isso conferindo a barra de endereços do navegador, onde está o URL do site que você está acessando. Se o endereço começar com “https://” ou simplesmente for acompanhado de um ícone de cadeado ao lado, o site é seguro! Inclusive, você pode fazer o teste aqui mesmo: o nosso blog tem essa certificação e te mostra na prática como identificar os protocolos de segurança!

Essa certificação é dada somente aos sites que usam uma determinada criptografia em seu código e, assim, mesmo que você informe seus dados bancários na plataforma, as informações recebidas pelo servidor ou pelo site de destino serão codificadas e não poderão ser roubadas.

Saiba como identificar fraudes

Normalmente, as fraudes na internet possuem características semelhantes que se ficarmos atentos, podemos identificá-las facilmente. Portanto, a primeira atitude que você deve ter diante de um site novo, um e-mail ou uma mensagem estranha é desconfiar e checar todas as informações importantes. Coisas como:

  • Se a empresa tem um CNPJ;
  • Se existe informações de contato como central de atendimento 0800;
  • Se existe informações sobre o ponto físico da empresa, como seu endereço, telefone e fotos no mapa;
  • Se a plataforma aceita pagamentos por cartão (pois muitos golpes são feitos por meio de transferência bancária).

Além disso, desconfie de mensagens de texto ou mensagens de celular de pessoas que se dizem funcionários do banco pedindo suas informações. Por via de regra, esse tipo de abordagem não é comum, então sempre entre em contato com sua agência e se certifique de que está realmente falando com algum de seus funcionários.

E nada de acreditar em sorteios milagrosos hein! Se você não se inscreveu em nenhuma espécie de promoção, não existe motivos de você ser premiado. Portanto, isso só pode ser fraude!

Saiba como proteger seus dados de terceiros na internet

Prevenir é melhor do que remediar, certo? É com isso em mente que você irá tomar ações protetivas com seus dados ao invés de esperar que um problema aconteça para se preocupar com isso. Atitudes que você pode ter para proteger constantemente seus dados de terceiros na internet são:

  • Usar senhas fortes e não repetir a mesma senha em contas diferentes;
  • Trocar periodicamente suas senhas;
  • Ter seu navegador (Google Chrome, Ópera, Safari, Firefox, etc) sempre atualizado em sua versão mais recente;
  • Utilizar computadores e celulares com antivírus instalados;
  • Ativar a autenticação de dois fatores em suas contas na internet;

Medidas de segurança na internet que empresas podem tomar

Qualquer pessoa está sujeita à esses perigos digitais, seja ela física ou jurídica. Mas quando falamos sobre segurança de dados, as empresas precisam dar a devida atenção para essa questão. Isso porque seus bancos de dados guardam informações essenciais sobre diferentes pessoas: seus clientes. Para não deixar que essas informações sejam roubadas e um grande problema seja criado, é preciso que gestores entendam a complexidade dessa questão.

Você pode entender mais sobre isso conferindo a leitura de nosso post Segurança de dados: Saiba a importância desse assunto.

Esse é um assunto extremamente relevante para qualquer empresa, inclusive as pequenas e médias. Você pode achar que sua situação está tranquila por não ser uma gigante multinacional que guarda bilhões de reais em informação, mas isso não é verdade. As micro, pequenas e médias empresas são alvos muito mais fáceis para ataques hackers, justamente por não terem essa preocupação e estarem mais expostas aos riscos.

Entendendo a relevância dessa proteção, algumas medidas de segurança na internet que você pode começar a implementar hoje mesmo em sua empresa são:

1. Conscientizar sua equipe

Funcionários alheios à segurança na internet oferecem grandes riscos para sua empresa. Por isso, é essencial criar algumas políticas de segurança na internet adotadas por sua empresa e educar toda a sua equipe sobre elas. Treine as pessoas, fale sobre os riscos corridos e sobre as consequências catastróficas que um simples descuido em tarefas rotineiras do trabalho pode trazer para a empresa.

2. Desconfie de links estranhos sempre!

Não saia clicando em qualquer link da internet com os dispositivos da sua empresa, ou até mesmo com seu celular conectado ao wi-fi da firma. Esse deslize pode custar caro! O Phishing – as fraudes em que criminosos se passam por outras pessoas para arrancarem informações – é mais comum do que você imagina e, por isso, é preciso estarmos constantemente desconfiados com os links na internet. Todos os funcionários devem estar cientes disso e se policiar com as páginas que acessam a partir de seus e-mails, whatsapp, telegram, redes sociais e afins.

3. Proteja todos os dispositivos

Os dispositivos digitais utilizados no dia a dia das empresas, como os computadores e os celulares, são ferramentas de acesso às informações mais importantes do negócio. Por esse motivo, é primordial protegê-los com protocolos de segurança e senhas fortes. Assim, você levanta barreiras para impedir que seus sistemas sejam facilmente acessados na ocasião de um ataque.

4. Cuidado com as senhas

Se suas senhas do trabalho são parecidas com “senha1234” ou “nome-da-empresa123” troque-as imediatamente! De nada adianta proteger seus dispositivos com senhas se elas forem facilmente decifradas por uma pessoa ou por um software. É preciso ser inteligente com suas senhas, e criar palavras fortes, difíceis de serem quebradas. O uso de números, caracteres especiais, letras maiúsculas e minúsculas é fortemente encorajado. Outro detalhe é de se lembrar de usar senhas diferentes em contas e equipamentos diferentes.

5. Rastreie seus equipamentos

Para se proteger contra furtos e roubos de seus equipamentos, contrate serviços de rastreio de suas máquinas e instale um módulo em cada equipamento importante. Dessa forma, você poderá encontrar os computadores ou celulares furtados no mapa e tomar as providências necessárias para recuperar os equipamentos e impedir o vazamento de suas informações.

Hora de colocar seus aprendizados em prática

Agora que você entendeu mais sobre a importância da segurança na internet e dos cuidados que você pode ter em seu dia a dia e no da sua empresa, o bastão está com você! Está na hora de colocar esses aprendizados em prática e mudar hoje mesmo a forma que você disponibiliza suas informações na internet.

Se você achou essa publicação útil, te fazemos o convite para voltar ao blog da Clicksign outras vezes. Todas as semanas ele é atualizado com conteúdos que vão ajudar você e sua empresa a tirar o melhor proveito das tecnologias atuais! Inclusive, que tal continuar a leitura conferindo nosso post sobre como preparar sua empresa para atender à Lei Geral de Proteção de Dados? Esse também é um assunto muito importante para proteger as informações dos seus clientes.

Te esperamos lá, até logo!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *