Estamos contratando, veja nossas vagas.

Blog

Growth Hacking: o que é e como pode alavancar seu negócio?

Pessoas olhando uma planilha
Business
Segmento:

Growth Hacking: o que é e como pode alavancar seu negócio?

Você já ouviu falar em Growth Hacking? Essa estratégia tem cada vez mais adeptos que buscam uma solução que impacte positivamente o crescimento de suas empresas. Seu uso é variado, por isso tanto marcas que estão começando, quanto grande negócios já consolidados no mercado buscam essa tática para aliar a tecnologia à sua saúde financeira.

Descubra mais sobre essa ferramenta, aprenda seus benefícios e fases de realização. A Clicksign está sempre buscando oferecer os melhores conteúdos para ajudar empreendedores que acompanham nosso blog. Por isso, continue a leitura e amplie seu conhecimento em formas de melhorar seu negócio!

Confira também o post “ESG: o que é e como essa gestão empresarial atua?” para impactar positivamente a sociedade por meio de sua atividade empresarial!

Growth Hacking: o que é?

Podemos definir essa prática como uma forma de repensar as estratégias de marketing digital, permitindo que a empresa alcance suas metas de forma mais ágil e barata. O método do Growth Hacking é baseado no reconhecimento de pontos críticos que prejudicam o avanço financeiro e tático de uma empresa, e em testes para resolvê-los.

Sabemos que cada pessoa física possui seus próprios objetivos, e essa técnica pode ser adaptada para cada um deles. Ela trabalha para redefinir a abordagem utilizada nos meios digitais, sendo guiada pelos KPI’s para identificar quais são as áreas problemáticas que precisam ser modificadas.

Entenda o que são KPI’s e como eles podem melhorar sua gestão empresarial!

Quando é aplicado, o Growth Hacking analisa os dados fornecidos pelos indicadores e o especialista nessa estratégia começa a elaborar as hipóteses sobre problemas encontrados, bem como suas soluções. Após esse primeiro momento de levantamento, o método busca verificar quão viável é a realização da resposta encontrada. Assim são feitos testes de efetividade e as oportunidades mais assertivas são descobertas.

Quais os benefícios do Growth Hacking?

Esse método combina noções conceituais e técnicas para apurar a visão empresarial e ajudar a focar no objetivo correto. Seus experimentos também geram novas ideias, ampliando ainda mais as possibilidades para captar público e alavancar esse empreendimento. Veja as principais vantagens de utilizar o Growth Hacking:

  • minimiza custos de ações de marketing;
  • acelera o crescimento da marca;
  • é uma forma segura de atuação, pois usa dados minuciosamente analisados;
  • ajuda a alcançar novos públicos;
  • tem a eficácia facilmente comprovada, o que atrai investidores para a empresa;
  • ajusta as estratégias equivocadas.

Entenda o que é um Growth Hacker

Todas as estratégias de marketing digital possuem suas especificidades e desafios. Para compreender cada uma delas e conseguir verdadeiramente atuar otimizando o alcance e conversões de uma empresa, é preciso de um especialista nesse assunto. Ele quem tomará as decisões mais adequadas para cada tipo de situação. No caso do Growth Hacking não é diferente.

Os Growth Hackers são quem se aprofundam nessa técnica e atuam em empresas com objetivo de encontrar as brechas nos processos que estão atrasando o avanço daquele grupo. São eles que encontram as saídas mais rápidas e baratas para cada gap possível de ser identificado por meio dos KPI’s.

Eles são peritos em tecnologia, desenvolvimento empresarial, análise de bancos de dados e processos de determinados setores. É claro, eles também conhecem a fundo o comportamento do público, sabendo como atingi-lo para se tornar um cliente. Nada impede que um funcionário já contratado pela empresa trabalhe nessa frente, mas existem equipes externas de Growth com um profissional para cada tipo de ação: gestão de time, estratégias de marketing, analistas, programadores, entre outros. Esses grupos prestam serviços para empresas, terceirizando os cuidados que poderiam custar muito.

Pode ser que fique receoso de oferecer os indicadores de sua marca para quem não possui vínculo empregatício com seu CNPJ. No entanto, o ambiente virtual permite que encontre profissionais experientes e com boa reputação no mercado, mesmo que eles estejam a quilômetros de distância. Ainda, temos a mão o Termo de Confidencialidade NDA. Conte com assinaturas e certificados digitais, assim como a criptografia, para fechar o contrato desses serviços de forma online, bem como enviar todos os dados com segurança pela nuvem.

Veja mais sobre os benefícios e a necessidade desse tipo de ferramenta no post “Certificado digital para empresas: todas precisam ter um?“!

Conheça como funciona o Growth Hacking

Como falamos, essa é uma técnica de marketing digital e temos como dividi-la em cinco fases de atuação. Cada uma dessas categorias depende da anterior para ser realizada e precisam de muitas análises para se tornar assertivas. As publicidades e ações de divulgação são feitas para gerar mais interesse do público pelos produtos ou serviço que ofertamos, mas não dá para fazer tudo sem uma estratégia.

Aprenda as fases em que acontece o Growth Hacking e como aplicá-lo!

1. Identifique pontos fortes e fracos

Como falamos anteriormente, esse método usa como base a identificação de pontos críticos em suas estratégias de Marketing. O primeiro passo é analisar os indicadores, todos os dados sobre movimentação financeira, tráfego de site, redes sociais, resultados de ações anteriores e outros.

Essa vistoria servirá para conseguir classificar cada dificuldade ou falha desses processos, e também onde estão acertando. Pode ser na comunicação com o cliente, na forma de apresentar seus produtos ou na forma que gerencia sua presença digital. Cada ponto desse pode – e irá – ter grande impacto nas conversões conquistas com ajuda do marketing.

Além de conferir as métricas, não se esqueça de ouvir também sua equipe, afinal, algumas melhorias começam por meio desse canal, no interior da empresa, mas refletem nos resultados com o público. Cada indicação que essa análise proporcionou deve ser separada conforme:

  • importância: alguns problemas são mais preocupantes que outros, por exemplo, se o marketing custa muitos recursos financeiros e humanos, mas não efetiva vendas;
  • dificuldade: existem pontos que com mudanças de hábitos é possível resolver, enquanto outros dependem de uma reestruturação geral da empresa. Elenque-os segundo esse critério;
  • potencial: alguns pontos críticos podem ter muito potencial de, caso sejam resolvidos, gerar resultados elevados. Entenda também quais são eles.

Após classificar todos os pontos identificados, cruze as informações desses critérios para chegar ao que precisa ser tratado com emergência e o que pode ser deixado em segundo plano.

2. Pense em soluções

Uma das vantagens do Growth Hacking é conseguir atuar em diversos testes diferentes simultaneamente. Por isso, é preciso pensar em muitas soluções diferentes. Esse passo é o momento de unir equipes de diferentes setores e fazer um grande brainstorming. Como essa técnica irá afetar os resultados de toda a empresa, é importante para o marketing ouvir outras experiência e opiniões.

É bom que os participantes tenham em mente que o marketing serve para levar ao público, produtos ou serviços que supram suas necessidades. Portanto, os pensamentos e soluções precisam trabalhar em torno de questões que, ao serem resolvidas, possam melhorar essa entrega. Garanta que todas essas possibilidades sejam anotadas, elas serão importantes na próxima fase!

3. Faça uma triagem das ideias e aplique-as

Aqui é o principal momento em que as estratégias no estilo Growth são essenciais. Com todas as ideias levantadas, é necessário realizar uma triagem para encontrar quais delas custam menos e trarão resultados com mais agilidade. Afinal, não podemos esquecer que o Hacking se tratar de mudanças para alcançar metas empresariais de forma rápida e barata.

Com a separação de relevância dos problemas observados no primeiro momento desse processo, saberá o que precisa ser resolvido primeiro. Faça um planejamento das atividades necessárias para aplicar o melhor projeto encontrado para esse ponto crítico.

A aplicação pode acontecer de forma conjunta, buscando resolver todos os problemas envolvidos em uma certa métrica para que ela comece já a gerar resultados. Achou confuso? Vamos a um exemplo:

Problema: Baixo tráfego no site mesmo já tendo um bom público nas outras plataformas digitais;
Solução encontrada: Aumentar publicações de meio e fundo de funil, para captar leads mais qualificados e gerar neles a necessidade de compra;
Ações:
1. Readequar o time de marketing para produzir conteúdos de meio e fundo de funil;
2. Aumento do número de postagens;
3. Realização de melhorias técnicas no site para melhorar experiência de usuário;
4. Utilizar estratégias de SEO para rankear o site sem precisar das redes sociais.

São quatro ações diferentes, mas que atuam no mesmo segmento – no mesmo ponto crítico. Essa estratégia funciona como uma máquina, uma engrenagem interfere na outra. Por isso esses testes são necessários: eles permitem identificar o que não está contribuindo para o bom funcionamento da operação. Não se esqueça disso!

4. Coloque seu público para te ajudar

Não existe estratégia mais barata do que a que não custa recurso algum, não é mesmo? E é isso que acontece quando uma empresa envolve seu público na divulgação dos seus serviços. Depois de alcançar o primeiro público, o que podemos chamar de público-base, com as estratégias iniciais testadas, é o momento de buscar o marketing “boca a boca”.

Ofereça algum tipo de vantagem para quem publicar sobre seu produto nas redes, como um material exclusivo sobre seu nicho, um ebook, ou algum tipo de cartão fidelidade. Esse será o incentivo para iniciar os comentários de seu público, trazendo cada vez mais usuários sem custar nada para os recursos de sua empresa.

5. Volte a analisar para manter esse público

Sabemos que existem inúmeros empreendimentos no mercado. Um fenômeno que acontece sempre são as empresas que viram febre por um ou dois meses, depois acabam caindo no esquecimento e sendo substituídas por outras na memória do público. Por isso, depois de aplicar as melhorias nos pontos críticos, é importante continuar monitorando esse tópico.

Essa prática te levará a identificar novos problemas e brechas que podem ser supridas com algumas mudanças. Dessa forma, sua empresa nunca ficará estagnada e o ritmo de crescimento não será apenas momentâneo. A manutenção correta do Growth Hacking causa impactos evidentes tanto no marketing digital, quanto no caixa de sua marca.

Sendo assim, não relaxe após o primeiro indício de sucesso e sempre volte a oferecer estímulos para que os usuários não percam interesse em seu negócio!

Agora que conhece o que é Growth Hacking, seus benefícios e como funciona, conte com a tecnologia para melhorar ainda mais o cenário empresarial em que se encontra. Confira o post “Entenda o que é automação e como ela pode revolucionar sua empresa“. O blog da Clicksign possui diversos conteúdos para ajudar sua gestão!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.