Integração de sistemas: como e por que conectar suas ferramentas de negócios

Integração de sistemas: como e por que conectar suas ferramentas de negócios

A integração de sistemas é uma prática cada vez mais comum em empresas de diversos segmentos, que buscam otimizar processos, melhorar a produtividade e reduzir custos.

De acordo com a Grand View Research, o mercado global de integração de sistemas foi avaliado em US$ 353,92 bilhões em 2022 e deve se expandir a uma taxa de crescimento anual composta (CAGR) de 13,8% entre 2023 e 2030. 

Fonte: Grand View Research

Através dessa tecnologia, é possível conectar diferentes ferramentas de negócios, como CRM, ERP, e-commerce e outras, para que trabalhem em conjunto, compartilhando informações e eliminando a necessidade de tarefas manuais e repetitivas. Mas, afinal, o que é integração de sistemas?

O que é integração de sistemas?

A integração de sistemas é um conceito que surgiu com o aumento da complexidade dos sistemas de informação. Com o avanço da tecnologia, as companhias passaram a utilizar cada vez mais sistemas para gerenciar aspectos de um negócio, como vendas, estoque, finanças, recursos humanos, entre outros.

No entanto, esses sistemas muitas vezes não se comunicavam entre si, o que dificultava a integração e o compartilhamento de informações importantes, impossibilitando uma visão mais completa e atualizada do negócio.

Assim, a integração de sistemas surgiu como solução para conectar e possibilitar que diferentes ferramentas trabalhem juntas, compartilhando informações e processos. Essa conexão é feita através de APIs (Application Programming Interfaces) ou outras tecnologias que permitem a comunicação entre os sistemas. De acordo com Daniel da Silva Cabral (apud Bhatt, 2000):

"(...) a integração de sistemas e de dados se concentra no grau em que as atividades das diferentes unidades de negócios e departamentos de uma organização são consistentemente coordenadas por meio do compartilhamento de vários bancos de dados. De acordo com Martin (1986), a integração garante que
os dados tenham o mesmo significado e sejam usados entre os usuários ao longo do tempo, tornando-os consistentes ou logicamente compatíveis em diferentes sistemas".

Isso pode ser feito de várias formas, desde integrações simples entre dois sistemas até integrações mais complexas envolvendo várias ferramentas de negócios. As possibilidades de integração são praticamente infinitas e dependem das necessidades específicas de cada empresa.

Tipos mais comuns de integração de sistemas

Existem diferentes tipos de integração de sistemas, cada um com suas características e finalidades específicas. Neste artigo, vamos falar sobre os tipos de integração de sistemas mais comuns, com destaque para a integração via API.

💻Integração por meio de arquivos

Este é um tipo de integração em que os sistemas trocam informações por meio de arquivos, como XML, CSV, TXT, entre outros. É uma forma simples e eficaz de integrar sistemas, mas pode ser limitada em termos de segurança e velocidade, especialmente se a quantidade de dados a serem transferidos for grande.

💻Integração via banco de dados

Neste tipo de integração, os sistemas compartilham informações por meio de um banco de dados comum, que pode ser acessado por ambos os sistemas.

Apesar de bastante útil, pode ser complexa em termos de configuração e manutenção, especialmente se os sistemas utilizarem diferentes bancos de dados.

💻Integração por meio de serviços web

Os serviços web são uma forma de integração que permite que diferentes sistemas se comuniquem por meio da internet, utilizando protocolos padrão, como HTTP e SOAP.

No entanto, apesar de ser eficiente e segura pode ser complexa em termos de configuração e desenvolvimento.

💻Integração via API

A integração via API é uma forma de integração que tem se tornado cada vez mais popular nos últimos anos. Em linhas gerais, é um conjuntos de rotinas, protocolos e ferramentas para construção de software e integração de sistemas.

A integração via API permite que diferentes sistemas se comuniquem por meio de uma interface padronizada, que define como as informações serão trocadas e quais operações podem ser realizadas. É uma maneira simples, segura e flexível de integrar sistemas, que permite o compartilhamento de informações em tempo real, sem a necessidade de arquivos ou bancos de dados comuns.

Existem diversas APIs disponíveis no mercado, cada uma com suas características e finalidades específicas. Algumas das APIs mais comuns são as APIs de redes sociais, como a API do Facebook e a API do Twitter, as APIs de pagamentos, como a API do PayPal e a API do PagSeguro, e as APIs de serviços de nuvem, como a API do AWS e a API do Google Cloud.

Como a integração de sistemas pode ajudar sua empresa a crescer?

Com a evolução constante dos recursos tecnológicos, tornou-se essencial que as empresas usem ferramentas de negócios diversas para manterem-se competitivas.

Widesys e CRMThink são exemplos de companhias nacionais que souberam utilizar desse recurso para alavancar seus resultados. Vejamos, então, como ela pode auxiliar uma organização a crescer.

1) Otimização de processos e redução de custos

Uma das principais vantagens da integração de sistemas é a otimização de processos e a redução de despesas operacionais.

Com a integração, é possível automatizar tarefas, eliminando a necessidade de retrabalho e reduzindo erros humanos. Isso permite que a equipe foque em atividades mais estratégicas, aumentando a produtividade e reduzindo custos, especialmente os de TI, com manutenção e suporte.

2) Melhoria na tomada de decisão

Com a integração de sistemas, é possível ter uma visão completa e integrada de todas as informações relevantes para o negócio. Assim, líderes e gestores podem tomar decisões mais informadas e data-driven, melhorando a eficácia e a eficiência do negócio.

Segundo uma pesquisa global realizada pela McKinsey sobre o tema, apenas 20% dos entrevistados dizem que suas organizações se destacam na tomada de decisões.

Nesse sentido, a integração de sistemas permite que os dados sejam analisados em tempo real, tornando mais fácil identificar problemas e oportunidades de negócios. Com informações precisas e atualizadas, a tomada de decisão pode ser feita de forma mais ágil e eficaz.

3) Aumento da eficiência e da satisfação do cliente

Com a integração de sistemas, é possível oferecer uma experiência de compra mais suave e consistente para o cliente, independentemente do canal de venda utilizado.

Um exemplo concreto de como isso pode melhorar a eficiência e a satisfação do cliente é o uso de chatbots e assinatura eletrônica.

Com a integração de sistemas, é possível conectar o chatbot com o sistema de CRM da empresa, permitindo que o chatbot tenha acesso a informações do cliente, como histórico de compras e preferências. Com essas informações, o chatbot pode oferecer uma experiência mais personalizada e eficiente, ajudando o cliente a encontrar o que precisa com mais facilidade.

Já com uma API de assinatura eletrônica integrada ao um site ou aplicativo, é possível eliminar os pontos de atrito e aumentar a conversão das transações.

Isso pode levar a um aumento na satisfação do cliente e na fidelização, além de reduzir o tempo de espera e melhorar a eficiência na resolução de problemas.

Fonte: Clicksign

4) Maior flexibilidade e adaptabilidade

Com a integração de sistemas, é possível ter uma infraestrutura tecnológica mais flexível e adaptável, capaz de se ajustar rapidamente às mudanças no mercado e nas necessidades do negócio.

Dessa maneira, a organização se torna mais ágil e competitiva, respondendo mais rapidamente às demandas dos clientes e do mercado.

A integração de sistemas tem se tornado mais relevante do que nunca

Em um contexto de Indústria 5.0, a integração de sistemas é um tema que tem ganhado cada vez mais relevância.

Isso porque, sem uma integração adequada, os sistemas de uma empresa podem trabalhar de forma isolada, gerando retrabalho, perda de tempo e de informações, além de aumentar o risco de erros e inconsistências nos dados. Por outro lado, ao integrar seus sistemas, a empresa consegue ter uma visão mais completa e atualizada do negócio, tomar decisões mais informadas e agir de forma mais rápida e precisa.

Outro fator que tem contribuído para isso é a demanda dos clientes por uma experiência mais integrada e personalizada. Com a crescente oferta de canais de comunicação e interação, como redes sociais, aplicativos e websites, os consumidores esperam que as empresas possam oferecer uma experiência omnichannel, ou seja, integrando diferentes canais para oferecer uma experiência fluida e consistente em todos os pontos de contato.

Por exemplo, uma empresa que integra seu sistema de vendas com o sistema de estoque e logística pode responder de forma mais rápida e eficiente às demandas dos clientes, evitando atrasos na entrega ou falta de produtos em estoque.

Por isso, se você ainda não integrou seus sistemas, vale a pena considerar essa possibilidade e avaliar as opções disponíveis no mercado, para obter mais eficiência, agilidade e competitividade no seu negócio.

Quer saber como essa integração pode acelerar o crescimento do seu negócio através das soluções Clicksign? Clique aqui e fale com um de nossos especialistas.

Pronto para começar?

Experimente grátis por 14 dias e veja como a Clicksign pode mudar o jeito como você faz negócios!

Tela do App Clicksign