Estamos contratando, veja nossas vagas.

Blog

O capital humano e tecnologia: valorização ou concorrência?

image (18)
Tecnologia e Negócios
Segmento:

O capital humano e tecnologia: valorização ou concorrência?

Com o avanço da transformação digital é imprescindível que as empresas se adaptem para melhorar os processos e não ficarem para trás. Todos os setores são afetados direta e indiretamente e abrem um alerta: com o avanço da tecnologia, como ficam as pessoas?

O impacto da tecnologia na gestão do capital humano tem gerado discussões recorrentes, embora a tecnologia seja um sinal de evolução e de inovação. Nesse cenário, os profissionais de RH assumem um papel importante: usar a tecnologia para gerir o capital humano.

Siga com a gente nessa leitura e vamos descobrir juntos como a tecnologia veio para ajudar a melhorar processos das empresas e como a boa gestão de capital humano pode trazer benefícios e resultados para sua empresa. Vamos lá?

O que é o capital humano?

O capital humano, de forma simples, é a união de habilidades, conhecimentos, competências e comportamentos que uma pessoa tem para desenvolver suas funções no trabalho.

O termo foi criado por Gary Becker, da Universidade de Chicago, que defende que as pessoas não são apenas uma quantidade a ser mensurada, e, sim, um conjunto de elementos que agregam valor à empresa. São eles:

  • Elementos econômicos e estratégicos;
  • Elementos criativos;
  • Elementos de inovação.

Compreender esse conceito é importante para começarmos a entender a relação entre pessoas e empresas, para construir estratégias para o desenvolvimento humano eficazes.

Qual a importância do capital humano para a empresa?

As pessoas são, com certeza, o maior ativo de uma empresa. Pense em como alcançar um diferencial competitivo: máquinas e equipamentos não são capazes, eles precisam de pessoas para chegar lá.

Por isso é tão importante entender como as pessoas se sentem na organização e oferecer a elas todos os subsídios para que se desenvolvam e aprimorem suas habilidades. Colaboradores com habilidades desenvolvidas levam a empresa a outro patamar, porque são capazes de identificar os recursos adequados evoluir e se ajustar aos desafios.

Só dessa forma uma empresa é capaz de desenvolver e aproveitar todo o potencial que o profissional tem para as ações estratégicas.

Capital humano x Tecnologia: o importante papel do RH

Como antecipamos anteriormente, a transformação digital revoluciona as empresas em diversos aspectos e o setor de RH é um deles.

O RH tem sido cada vez mais responsável pelo desenvolvimento dos profissionais de uma empresa, o que leva, consecutivamente, à evolução da empresa.

É justamente por gerir o capital humano e conseguir medir e monitorar diversos indicadores que o RH assume uma posição mais estratégica e ajuda a levantar pontos de capacitação e melhoria nas relações humanas de uma organização.

Por que gerir o capital humano com tecnologia

“Não se gerencia o que não se mede, não se mede o que não se define, não se define o que não se entende e não há sucesso no que não se gerencia.” A famosa frase de William Edwards Deming traduz a importância de uma boa gestão em uma organização.

Gerir o capital humano é a base para o crescimento da empresa e a tecnologia vem para agregar e trazer processos automatizados, mais rápidos e seguros para medir e monitorar diversos indicadores que valorizem os objetivos da empresa, como a produtividade, índices de satisfação, engajamento e motivação e absenteísmo.

Por exemplo: uma empresa que utiliza um software de gestão pode automatizar algumas tarefas e deixar mais tempo livre para que os profissionais de RH possam focar em atividades que vão promover maior capacitação e bem-estar para os colaboradores.

Como valorizar o capital humano da empresa?

Até aqui falamos sobre o que é o capital humano, sua importância e como a tecnologia tem ajudado os profissionais de RH a administrarem suas atividades de forma efetiva, observar indicadores com mais praticidade e, assim, oferecer desenvolvimento aos colaboradores da empresa.

Mas, então, como o capital humano pode ser valorizado e desenvolvido em uma empresa? O time de RH tem em mãos um desafio estratégico em várias etapas, para identificar as melhores ações em cada momento. Confira a seguir:

Através de melhores processos seletivos

O processo de valorização do capital humano começa desde o recrutamento, momento em que o RH precisa identificar pessoas que têm conexão com a cultura da organização e que possuem as competências certas para a vaga.

Conhecendo bem os colaboradores

É essencial conhecer bem os colaboradores e, para isso, é preciso analisar indicadores das avaliações das equipes. Com essas informações o time de RH poderá direcionar as ações de desenvolvimento de pessoas com mais eficácia.

Desenvolvendo as competências

É importante promover ações e treinamentos para capacitação dos colaboradores, pois é a maneira mais eficiente de manter as equipes atualizadas e mais preparadas para se adaptarem às mudanças e aos desafios da empresa, agindo de forma cada vez mais estratégica.

Alinhando metas e objetivos

As pessoas precisam saber onde estão na empresa e para onde podem ir. Sem essas informações os colaboradores não têm expectativas e podem ficar acomodados, perder a produtividade e, consequentemente, diminuir o índice de satisfação com a empresa.

Engajando e retendo os talentos

É importante que os colaboradores sejam engajados e se sintam parte dos processos, para que eles entendam a sua importância dentro da empresa. Portanto, promova ações de reconhecimento e mostre que a empresa os valoriza.

Estendendo o conhecimento

Não limite o conhecimento em quatro paredes. Envolva parceiros, fornecedores e clientes e use esse know-how para aproximar os seus colaboradores dessa realidade. Promova ações em que os próprios colaboradores deem treinamentos uns aos outros, isso engaja e faz com que mais conhecimento seja compartilhado.

Resumo: capital humano e tecnologia, uma combinação que dá certo

Em resumo, dar destaque ao capital humano faz com que a empresa chegue a resultados mais efetivos, porque ela está a todo tempo desenvolvendo habilidades e estreitando relacionamentos com os colaboradores.

A tecnologia só vem, então, para facilitar os processos dos profissionais de RH, que terão menos trabalho para levantar os indicadores e monitorar a performance dos colaboradores, obtendo informações de forma prática e promovendo, assim, estratégias para capacitação e desenvolvimento do capital humano da empresa.

Nós da Clicksign somos apaixonados por tecnologia e estamos aqui para trazer até você as tendências e discussões do mercado. Continue acompanhando nosso blog e fique por dentro das nossas dicas para quebrar barreiras e elevar o seu empreendimento com a tecnologia. Até o próximo post!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.