Estamos contratando, veja nossas vagas.

Blog

5 tendências tecnológicas que impulsionarão a inovação em telecomunicações

tendencias tecnologicas
Tecnologia e Negócios
Segmento:

5 tendências tecnológicas que impulsionarão a inovação em telecomunicações

Por quase dois séculos, a indústria de telecomunicações tem estado na vanguarda do desenvolvimento humano. Pensando nisso, este artigo te ajudará a entender melhor a inovação em telecomunicações e para onde apontam os principais rumos do setor.

Ao falar em telecomunicações, é fundamental mencionar o quanto o impacto das tecnologias tem sido palpável no nosso dia a dia. Isso pode ser visto, por exemplo, por você que está lendo esse artigo através de uma tela de celular ou de um computador conectado à internet. Smartphones e conectividade sem fio são algumas das principais tecnologias que permeiam as tendências do porvir. 

Com base em uma pesquisa realizada pela Statista, a humanidade atingiu números recordes no uso de aparelhos telefônicos móveis e, na maioria dos países desenvolvidos, o número total de celulares ativos chega próximo a porcentagem total da sua população. 

Há, atualmente, um número crescente de usuários globais de smartphones. Em 2022, esse número foi estimado, no estudo acima mencionado, em 6,6 bilhões, ou seja, tendo um aumento anual de 4,9%. Paralelamente a essa tendência, o uso de linhas de internet doméstica também aumentou, especialmente após a pandemia:

Crédito: We are Social / Hootsuite

Em uma esfera global, o número de pessoas conectadas ainda é desproporcional em sua distribuição, mas, ao mesmo tempo, o número de acessos à internet é um dos mais expressivos dos últimos anos. Um dos fatores que contribuem para que haja um número menor em algumas economias é a alta taxa de pobreza em alguns países emergentes e, isso, acaba tornando o serviço inacessível para muitos. É o que demonstra a imagem abaixo:

Créditos:We are social / Hootsuite

A busca pela diminuição dos efeitos do isolamento social, fez com que a população adaptasse a sua rotina pessoal e profissional ao uso da internet.  Atualmente, a internet tem sido o principal meio de comunicação e de aproximação entre os usuários. Sem ela, seria impossível a realização das reuniões remotas, por exemplo, ou das videochamadas entre amigos e família.

Além dos impactos no contexto global, a América do Sul vem se destacando nessa indústria. Segundo o relatório acima mencionado, em 2022, o nosso território conquistou a marca de 78% da população virtualmente ativa. Então, vamos entender o que isso significa na prática.

Um panorama sobre o mercado brasileiro de telecomunicações: 

Em âmbito nacional, o setor de telecomunicação tem sido próspero. De  acordo com um relatório feito pela Associação Brasileira de Software (ABES), em 2020 o setor obteve um crescimento significativo de 1,9% – ocasionado por um aumento na demanda por serviços digitais. Esse aumento fez com que o país ficasse em 9° lugar no ranking mundial e, é claro, isso está diretamente relacionado ao cenário pandêmico e ao isolamento social.

A expansão desse mercado teve o seu pico entre 2019 e início/2022, em que a implementação e o investimento da tecnologia 5G teve um papel crucial. Além disso, o Brasil possui um setor de telecomunicações político e regulatório maduro em comparação com outros países, o que auxilia na implementação de novas tecnologias e na adoção de novas estratégias de transformação digital.

Com relação à prospecção do mercado para smartphones, o Brasil estará entre os cinco maiores do mundo até 2025. Isso demonstra o quanto o mercado está aquecido e como isso irá se perpetuar nos próximos anos. Veja o case da Certto e entenda como a empresa conseguiu otimizar o seu fechamento de contratos:

De acordo com o Relatório Analítico do Impacto da Pandemia de COVID-19 no Setor de Telecomunicações do Brasil, 2ª Edição, divulgado pela ANATEL, esse cenário trouxe um impacto significativo para toda a sociedade de modo geral.

Os efeitos foram notados tanto na economia digital e ambiente de negócios brasileiro, quanto no âmbito sócio-comportamental, acarretando uma sobrecarga de demanda no setor. Afinal, a forma como as pessoas se relacionam, estudam e trabalham foi digitalizada com a pandemia e, por conta disso, alternativas foram implementadas.

Dessa forma, a telecomunicação se tornou cada vez mais vital para a população e para a atividade econômica. Por isso, dada a tamanha expansão de mercado, é imperativo que melhorias sejam implementadas na prestação de serviços e em investimentos em infraestrutura para atender as áreas mais remotas.

Para ilustrar esse panorama, os gráficos abaixo mostram o crescimento de acessos de banda larga fixa 2018-2021 e do crescimento de acessos de telefonia móvel 2017-2020. 

Figura 23 • Crescimento de acessos de Banda Larga Fixa 2018-2021  
Crédito: Anatel
Figura 24 • Crescimento de acessos de Telefonia Móvel, 2017-2020. 
Crédito: Anatel

Sendo assim, quais serão as tendências dessa indústria para os próximos anos? Vejamos cinco caminhos pelos quais o setor de telecom tem se movimentado.

5 tendências de inovação em Telecom:

O progresso tecnológico aplicado às telecomunicações constitui um caminho quase obrigatório para o desenvolvimento de negócios escaláveis ​​e altamente competitivos.  Com base no crescimento do mercado contemporâneo, o mais importante é saber antecipar tendências, necessidades e conhecer os últimos avanços tecnológicos.

Para que você não fique de fora de nenhum deles, aqui estão cinco tendências com potencial de fazer o seu negócio ser mais competitivo, ágil e eficiente.

1. Comunicação 5G:

A tecnologia 5G tem como principais características a hiperconectividade e a economia sustentável. Os consumidores terão um ecossistema móvel, a  WWWW (World Wide Wireless Web), com uma banda larga contínua e com serviços baseados em nuvem.

Em 2021 a ANATEL fez um leilão que determinou quais empresas iriam operar essa próxima geração de comunicação no Brasil. Dessa forma, foi previsto que essa tecnologia seja implementada em todo território nacional até 2029.

Atualmente, a implementação do 5G começou em julho e conta com 12 capitais prontas em termos de infraestrutura e legislação para receberem essa tecnologia. O 5G está sendo implementado de forma gradual, para que haja tempo para as adaptações legais. 

A implementação do 5G traz importantes oportunidades comerciais e contribui para expandir o acesso da internet.

2. WI-FI 6:

O Wifi 6 é uma nova nomenclatura, anteriormente chamada de 802.11ax, para as próximas conexões de internet sem fios. Essa nova forma de conexão traz mais rapidez para o usuário, permite que mais aparelhos estejam conectados e uma conectividade mais segura.

Esse novo padrão de banda larga fixa possui  muitas vantagens, mas atualmente é uma tecnologia que ainda está em passos lentos em comparação ao 5G.

3. Cidades Inteligentes:

Cidades inteligentes ou smart cities, como são chamadas em inglês, são cidades que possuem em sua estrutura a tecnologia. Elas possuem a implementação da Internet das Coisas (IoT), WiFi, Big Data, Cloud Computing e Mobile Apps, são suportadas por infraestruturas de fibra ótica e possuem redes móveis 5G.

No Brasil, alguns exemplos de cidades inteligentes são Florianópolis, São Paulo e Curitiba. Essas cidades possuem características como mobilidade, planejamento urbano, meio ambiente, tecnologia, inovação, governança e economia, que permitem que as mesmas se enquadrem nos requisitos para serem classificadas como cidades inteligentes.

As cidades inteligentes vão além da implementação da tecnologia, elas são um ecossistema que prioriza a inovação em prol dos benefícios aos cidadãos.

4. Computação de Borda:

A computação de borda é um tipo de processamento que analisa e armazena dados mais próximos de onde eles são gerados. Dessa forma, permite-se uma análise mais rápida e quase que em tempo real.

O objetivo dessa tecnologia é aproximar a computação e o armazenamento de dados, para que assim os custos operacionais sejam reduzidos auxiliando as empresas. Esses dados são coletados de forma mais rápida e com menos lentidão na sua distribuição, pois não precisa de um lugar centralizado para a sua distribuição.

5. Assinatura Eletrônica:

Assinatura eletrônica é uma tecnologia criada para agilizar procedimentos e permite a execução de processos mais rápidos e ágeis, por isso, essa é uma solução indispensável para todas as empresas de todos os segmentos, incluindo o telecom.

Para se ater ao mundo globalizado, as relíquias operacionais comerciais ( como os formulários estáticos) foram perdendo espaço. A implementação das assinaturas eletrônicas é um recurso notável, porque pessoas de qualquer lugar do mundo, e a qualquer momento, podem fechar um contrato com validade jurídica, sem burocracias

Essa tecnologia precisa de um certificado digital e na Clicksign você não precisa se preocupar com essa validação, pois trabalhamos em conformidade com as leis vigentes.

As nossas soluções foram pensadas e elaboradas para promover conforto e praticidade, ajudando a acelerar a conexão com os clientes, a aumentar a  digitalização dos processos de assinatura, a aumentar a eficiência e a produtividade dos processos internos de negócios. 

Aqui, você aprende como fazer assinatura eletrônica de forma rápida, entende o que é assinatura digital e assinatura eletrônica e tem a oportunidade de aproveitar as funcionalidades das nossas soluções de forma gratuita

Inovação: um fator crucial para o desenvolvimento 

À medida que as tecnologias conectadas avançam e as velocidades de conexão melhoram, a internet está se expandindo cada vez mais além do seu foco inicial em informação e comunicação. 

Os dados mais recentes, publicados pelas mais diversas fontes e canais, revelam o aumento da velocidade de conexão à internet como uma constante em nossa era, por isso, é crucial se manter sempre atualizado para se adequar a grande às demandas e às tecnologias desse mercado. 

Créditos: We are social / Hootsuite

Dessa forma, é nítido que há desafios e oportunidades para se explorar no setor de telecomunicações. Por mais que o Brasil seja um país desenvolvido, a cobertura do seu território, feita pelas empresas de telecom, ainda não alcança a população como um todo. 

Para acompanhar o crescimento do mercado, as operadoras de telecomunicações precisam se transformar digitalmente e serem mais rápidas e flexíveis, visando uma menor margem de problemas com os seus clientes, inclusive, é claro, integrando a tecnologia em seus processos para aproveitar essas novas possibilidades.

Ao implementar e identificar as tecnologias e oportunidades, as empresas acabam obtendo uma vantagem competitiva no mercado. Isso também auxilia na simplificação das estruturas organizacionais, nos processos e nos sistemas, pois internamente elas precisam explorar essa inteligência para que os dados coletados se tornem mais eficazes e eficientes.

É imprescindível oferecer aos clientes experiências inovadoras e modernas. Para isso, você pode contar com a Clicksign, como uma poderosa aliada nesse processo. As nossas soluções são pensadas e elaboradas para que você diminua a burocracia e tenha o processo de assinatura feito através de um clique.

Agora que você já sabe algumas das tendências de inovação em telecomunicações, comente abaixo, qual dessas tecnologias você acha mais promissora? Para ter acesso a conteúdos como esse, acompanhe sempre as novidades aqui no blog da Clicksign. 

Avalie esse conteúdo

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *