Estamos contratando, veja nossas vagas.

Blog

A execução dos contratos digitais

1-19-1
Assinatura eletrônica / Negócios / Tecnologia

A execução dos contratos digitais

Existem tipos variados de contratos digitais: dentre eles, o mais simples é o contrato interpessoal. Este, permite que duas pessoas de interesses compatíveis formulem um contrato assertivo para ambas as partes. Isso ocorre de forma tão prática porque é possível utilizar de registros (mensagens, e-mails) dos envolvidos para encorpar as condições e combinados pré estabelecidos. Dessa maneira, estruturar um contrato e validá-lo eletronicamente passa a ser uma ferramenta benéfica para empresários que seguem as tendências do mercado. 

Nesse contexto, quando trata-se de logística, administração e rotina empresarial, contratos tradicionais nem sempre contribuem positivamente para a demanda exigida. Além de burocrática, procedimentos contratuais desse porte requerem um tempo nocivo para a agilidade dos negócios vigentes.

Dessa forma, para estreitar as relações profissionais em um mundo globalizado, a tecnologia é munida de diversas ferramentas disruptivas. Nesse artigo, você verá quais os determinados tipos de contrato, seus diferenciais e benefícios. 

Os quatro tipos de contratos digitais

Como supracitado, o contrato interpessoal é um dos mais usuais pela sua característica “informal”. Assim, por meio dos registros, entende-se que há vontade e boa fé de ambas as partes, para formular e fechar negócios; o que dispensa a necessidade de uma assinatura física. 

Nesse cenário, existem mais três tipos de contrato diferentes: o próximo é o interativo, que depende de um indivíduo em um lado, e de um serviço automatizado do outro. Esse é o tipo de procedimento mais utilizado por empresas, quando oferecem um serviço virtual. Portanto, com apenas um clique, o consumidor aceita as condições da companhia (por intermédio de sites ou aplicativos) e já formaliza um acordo entre as partes.

Outra forma de contratos digitais, é uma das mais vantajosas no mundo mercadológico! O contrato Intersistêmico funciona entre duas plataformas automatizadas: duas empresas virtuais, por exemplo, que desenrolem trâmites em conjunto, podem fechar um negócio sem os atrasos tradicionais. Troca de informações, dados e documentos podem ser facilmente compartilhados com segurança no ramo tecnológico.

Por fim (mas não menos importante), há o contrato Inteligente. Esse é o tipo de contrato mais moderno, e também muito utilizado em imobiliárias; possui um caráter funcional mais independente e descentralizado. Quando aplicado em um sistema, sua programação automaticamente avalia o perfil das demais partes do contrato, confere seus dados e declarações. Nesse contexto, concede todos os benefícios previstos no acordo, caso os envolvidos estejam compatíveis com suas informações cedidas!

Principais benefícios

Com a aderência de contratos eletrônicos, pode-se listar diversos pontos que impactam positivamente na rotina corporativa e no mundo. Contribuir para uma era tecnológica, não é apenas ter um perfil contando sobre sua empresa nas redes sociais; a cultura que a tecnologia propõe, transcende estruturas e burocracias que repelem a evolução social. 

Nesse cenário, a necessidade de reservar um ambiente apenas para armazenamento de arquivos e processos contratuais, também não compete com as tendências do mercado. Em seu lugar, opta-se por uma nuvem ou HD capaz de salvar milhares de documentos (que seriam físicos). 

Logo, conclui-se também que tais ferramentas cortam gastos! Sem a necessidade real de impressão e compra de folhas, além do rendimento de tempo, a lucratividade é uma consequência esperada. Se uma grande porcentagem de empresas abandonam o costume das folhas impressas, também há uma grande relevância na conservação ambiental do planeta! 

Além disso, contratos eletrônicos formam uma teia de comunicação no mundo inteiro. Tal qual a evolução da tecnologia, conectando e disseminando acessibilidade global, empresas de qualquer lugar podem formalizar um tipo de acordo. Supondo-se que uma editora brasileira queira negociar com um escritor da Rússia: contratos digitais são aptos para viabilizar uma parceria sólida, mesmo em longa distância. 

Outra vantagem é a flexibilidade aplicada ao seu trabalho. Com essa praticidade, torna-se possível procedimentos contratuais a qualquer momento, em qualquer dia; são praticamente instantâneos, sustentáveis e econômicos. É uma realidade moldada para preencher as necessidades de um mundo globalizado, suas tendências e competitividade no mercado. 

Segurança dos contratos digitais

Como em qualquer situação virtual, processos na internet deixam evidências para todos os envolvidos. É possível resgatar conversas com Backup, resgatar fotos, arquivos e dados com sincronização de e-mails ou de contas; por esse mesmo motivo, quando existe uma negociação, tudo pode ser usado a favor da transparência. Conversas, e-mails e até ligações que tratem das condições profissionais, são dados que amparam judicialmente as facetas contratuais. 

Também vale salientar que com a assinatura eletrônica, todo o procedimento torna-se mais prático e seguro: com a criptografia, existe uma validade jurídica extensa. 

Outro quesito que reforça a segurança, é a possibilidade de utilizar os métodos ofertados por diversos dispositivos e aplicativos. Biometria, íris, além de outros mecanismos de alerta e administração (como uma das funções da Clicksign).

Dessa forma, estimular a frequência usual da tecnologia no mundo corporativo, torna-se uma questão revolucionária; em um mundo de respostas imediatas, economia e globalização, a era tecnológica é uma aliada perfeita para empresários! 

Todos os detalhes supracitados são complacentes com o leque de disciplinas da Compliance, que combate a adulteração ilegal e corrupção no ramo empresarial. 

A importância de ser tecnológico

Para além da lucratividade e competitividade no mercado, a integridade com a era digital promete potencializar a experiência de ambos os lados: o consumidor terá mais conforto e a mobilidade se transformará em tempo. Atualmente, está sendo cada vez menos aceito que haja a necessidade de se deslocar para desenrolar trâmites burocráticos. 

Além disso, é uma tendência natural que as grandes empresas tomem cada vez mais espaço justamente por seu investimento na tecnologia. Tornar esse universo cada vez mais inerente à realidade padrão, é contribuir para que no mundo inteiro haja presença obrigatória da internet e seus recursos.

Dessa forma, com toda a praticidade que essa era pode proporcionar, o mercado brasileiro pode sobressair positivamente. Lidando com grandes demandas contratuais e afins, funções e ferramentas também podem monitorar de forma bem mais econômica, toda sua administração (como mostra esse artigo sobre a renovação de contratos). 

Logo, estar conectado é uma questão tanto profissional, quanto social. O mundo continua em movimento, e grandes renovações estão constantemente aparecendo: é necessário desafiar o convencional para conduzir grandes revoluções!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *