Clicksign

Ver todos

O que é fintech e quais os tipos no mercado financeiro?

Na era digital, a inovação tornou-se a força propulsora de mudanças significativas em diversos setores, e o universo financeiro não é exceção. As fintechs, ou empresas de tecnologia financeira, emergiram como protagonistas na redefinição do cenário bancário tradicional, desafiando paradigmas e oferecendo soluções inovadoras que transformam a maneira como as pessoas gerenciam suas finanças. 

De plataformas de pagamento a empréstimos peer-to-peer, as fintechs têm desencadeado uma revolução financeira, democratizando o acesso aos serviços bancários e redefinindo a relação entre consumidores e instituições financeiras.

Este texto explora os serviços disruptivos oferecidos pelas fintechs, seus tipos e qual é o impacto que elas têm na sociedade e na economia global. 

banner teste grátis

O que é fintech?

No cenário contemporâneo, o termo “fintech” ganhou destaque como uma fusão dinâmica entre finanças e tecnologia. Mas afinal, o que significa fintech? Essa é uma abreviação para empresas de tecnologia financeira, um fenômeno que revoluciona a forma como lidamos com dinheiro, transações e serviços bancários.

As fintechs são entidades inovadoras que utilizam a tecnologia para criar e aprimorar produtos e serviços financeiros. Esse ecossistema abrange desde aplicativos de pagamento e plataformas de investimento até soluções de empréstimos online, desafiando as estruturas tradicionais dos sistemas financeiros convencionais.

De 2019 a 2023, as fintechs de capital aberto de todo o mundo quase dobraram sua capitalização de mercado ao alcançar US$ 550 bilhões. No mesmo período, o número de unicórnios do setor saltou de 39 para 272, com uma avaliação combinada de US$ 936 bilhões.

Neste contexto, as fintechs desempenham um papel crucial ao democratizar o acesso aos serviços financeiros, proporcionando maior eficiência, transparência e conveniência aos usuários. Ao abolir barreiras físicas e burocráticas, essas empresas abrem caminho para uma experiência financeira mais inclusiva e adaptada aos moldes da sociedade digital.

Qual a diferença entre startup e fintech?

O termo “startup” é usado para descrever empresas em estágio inicial, muitas vezes caracterizadas por sua natureza inovadora e ágil. Esse tipo de empresa pode operar em uma variedade de setores, buscando soluções inovadoras para problemas específicos por meio de tecnologia. Seu foco principal é a inovação e o rápido crescimento, independentemente do setor em que atuam. 

Por outro lado, o termo “fintech” é mais específico, se referindo a empresas que se concentram exclusivamente em oferecer soluções financeiras inovadoras, fazendo uso intensivo de tecnologia para aprimorar serviços financeiros existentes ou criar novas abordagens. Elas podem operar como startups, mas sua ênfase está no setor financeiro, abrangendo desde processamento de pagamentos e empréstimos até investimentos e gestão financeira.

Quais são as vantagens de uma fintech?

As fintechs têm conquistado espaço rapidamente no cenário financeiro global, impulsionando mudanças substanciais e oferecendo uma série de vantagens que transformam a maneira como interagimos com o dinheiro.

Abaixo, destacamos algumas das vantagens mais marcantes:

Maior praticidade

Uma das vantagens mais distintas e atrativas oferecidas pelas fintechs é a significativa melhoria na praticidade das operações financeiras diárias. Afinal, as fintechs são ágeis por natureza, operando em ambientes tecnológicos flexíveis que permitem a rápida adaptação às demandas do mercado. Isso resulta em processos mais eficientes, desde a abertura de contas até a realização de transações, quando comparado aos métodos tradicionais.

Custo reduzido

Ao operarem em plataformas digitais e muitas vezes adotarem modelos de negócios enxutos, as fintechs conseguem reduzir significativamente os custos operacionais. Esse benefício é repassado aos usuários, resultando em taxas mais baixas e, em alguns casos, em serviços gratuitos.

Atendimento mais próximo

Uma das características distintivas das fintechs é a sua capacidade de proporcionar um atendimento mais próximo e personalizado, contrapondo-se à abordagem muitas vezes impessoal dos serviços financeiros tradicionais. Essa proximidade redefine a maneira como os usuários interagem com suas finanças e estabelece uma relação mais humanizada.

Além disso, através do uso de análise de dados e algoritmos, as fintechs conseguem compreender melhor as necessidades individuais dos clientes. Isso possibilita a oferta de produtos e serviços mais alinhados com as expectativas de cada usuário, promovendo uma abordagem personalizada e adaptada.

Tecnologia

Como vimos, a palavra “fintech” é, por si só, uma fusão de “finanças” e “tecnologia”, e essa interseção é a espinha dorsal que impulsiona a revolução no setor financeiro. As fintechs são conhecidas por sua adoção inovadora de tecnologias avançadas, moldando um novo paradigma na maneira como os serviços financeiros são concebidos, entregues e consumidos. 

Em um cenário digital, a tecnologia está presente para as fintechs em diversos aspectos: 

  • nas tecnologias de segurança cibernética avançadas, como autenticação de dois fatores e criptografia robusta, para proteger as informações sensíveis dos usuários.
  • no uso de inteligência artificial e machine learning para analisar grandes conjuntos de dados para identificar padrões, prever comportamentos do mercado e personalizar recomendações para os usuários. 
  • na tecnologia de APIs (Interfaces de Programação de Aplicações) para integrar serviços financeiros de terceiros, criando ecossistemas mais ricos.
  • na implementação de chatbots e assistência virtual, que permitem oferecer suporte instantâneo aos clientes e realizar transações básicas de maneira automatizada.

Tipos de fintechs no mercado financeiro

O ecossistema fintech é notavelmente diversificado, abrangendo uma ampla gama de serviços e soluções que desafiam as normas tradicionais do mercado financeiro. Conheça alguns:

Fintechs de pagamento

Fintechs especializadas em facilitar transações eletrônicas, oferecendo métodos de pagamento eficientes e seguros, além de soluções para transferências nacionais e internacionais.

As carteiras digitais são exemplos de fintechs de pagamento. São aplicativos que permitem que os usuários armazenem informações de pagamento e realizem transações eletrônicas com facilidade, oferecendo uma alternativa rápida e segura aos métodos de pagamento tradicionais.

Fintechs de crédito

Esse segmento específico das fintechs oferece soluções inovadoras, ágeis e personalizadas para atender às necessidades variadas de consumidores e empresas no que diz respeito à concessão de empréstimos e democratizando o acesso ao crédito.

Fintechs de controle financeiro

As fintechs de controle financeiro surgem como aliadas essenciais na busca pela organização e eficiência na gestão de recursos, oferecendo uma variedade de ferramentas e serviços que capacitam indivíduos e empresas a terem um controle mais preciso e informado sobre suas finanças.

Fintechs de investimento

As fintechs de investimento emergem como catalisadoras de mudanças no mundo dos investimentos, oferecendo soluções acessíveis, transparentes e personalizadas para investidores individuais e institucionais, transcendendo os métodos tradicionais de gestão de ativos.

Exemplos de fintechs

O universo das fintechs é vasto e diversificado, com várias empresas inovadoras que transformaram a paisagem financeira. Abaixo, destacaremos alguns exemplos notáveis de fintechs que têm desempenhado papéis significativos em diferentes segmentos do setor financeiro:

Nubank

Provavelmente umda das principais fintechs brasileiras, o Nubank se destacou com seus serviços bancários digitais, oferecendo cartões de crédito, contas digitais e empréstimos sem a necessidade de uma agência física. Além disso, a abordagem user-friendly do aplicativo e o atendimento mais próximo aos usuários foram, sem dúvida, pontos de destaque no crescimento da empresa.

PicPay

Outra fintech brasileira, o PicPay facilitou transações como pagamentos, transferências, recargas de celular e realizar compras online, centralizando tudo em um só lugar e oferecendo a possibilidade de pagar contas com o cartão de crédito.

PayPal

Uma das pioneiras no setor, o PayPal é uma plataforma de pagamento online global que permite transferências de dinheiro, pagamentos online e transações em lojas físicas.

Stone Pagamentos

Focada em soluções empresariais, a Stone traz soluções como máquinas de cartões de crédito, gestão de fluxo de caixa, gestão de cobranças e análise de dados financeiros.

XP Investimentos

Também brasileira, a XP Investimentos é uma fintech que atua como corretora de valores, sendo uma das maiores corretoras independentes do Brasil. Ela oferece uma ampla gama de serviços financeiros para mais de 2 milhões de clientes ativos, incluindo investimentos em ações, fundos de investimento, renda fixa, previdência privada e outros produtos.

Facebook
Twitter
LinkedIn

Contato com comercial

Fale com nossos especialistas e descubra como simplificar seus processos.

|

Pronto para começar? Experimente grátis.