Estamos contratando, veja nossas vagas.

Blog

Segurança de dados: Saiba da importância desse assunto

Segurança de dados: Saiba da importância desse assunto
Segurança e Autenticações
Segmento:

Segurança de dados: Saiba da importância desse assunto

A segurança de dados ainda parece um bicho de sete cabeças para muitas pessoas. São tantas informações produzidas e compartilhadas por inúmeros usuários diariamente que a pergunta que não dá para fugir do pensamento “e se meus dados vazarem”. Por isso mesmo a segurança desses dados pessoais e empresariais no universo digital é um dos temas mais importantes para se conhecer na atualidade, principalmente para quem está à frente de pequenas, médias ou grandes corporações.

Quer aprender mais sobre o funcionamento desse sistema? Continue a leitura e veja todas as informações que a Clicksign preparou para você! Confira também nosso post sobre a transformação digital na gestão de documentos e veja mais sobre essa maneira de organizar e gerenciar arquivos oficiais que podem conter dados importantes para sua empresa!

Afinal, o que é segurança de dados?

A segurança de dados nada mais é que a tomada de atitudes que visam proteger os dados fornecidos por usuários no ambiente online. Ou seja, um sistema que ajuda a gerenciar as informações –sejam elas arquivos, contas, conteúdos pessoais e outros materiais – disponibilizadas por alguém que está conectada à Internet.

As ações visando a segurança das informações podem se configurar como técnicas de verificação de identidade, bancos de dados com controles maiores, que restringem o acesso ao que foi disponibilizado pelo usuário, ou até mecanismos que criptografem o conteúdo deixado por cada internauta que utilizou aquele site.

E não estamos falando apenas sobre a proteção de materiais de terceiros. A segurança de dados é importante, inclusive, para que a empresa possa monitorar quem pode ver o conteúdo de suas transações, seus dados bancários e outros conteúdos. Dessa maneira, é possível evitar que criminosos digitais acessem itens que possibilitem uma fraude utilizando seu negócio como disfarce ou vazem as informações de seus clientes, quebrando a confiança que o público tem em seus serviços.

Esse sistema que busca a confidencialidade dos dados utiliza três conceitos como base, ajudando a guiar a discussão sobre o tema e também as tomadas de decisão de quem está buscando melhorar a segurança das informações que gerencia!

Os três pilares da segurança da informação

As estratégias e mecanismos desenvolvidos para manter os dados de sua empresa ou dos usuários em segurança são:

  • confidencialidade: é necessário garantir que as informações produzidas em ambiente online não possam ser acessadas por qualquer instituição ou usuário sem que o servidor em posse desses dados autorize essa visualização;
  • integridade: para a segurança ser efetiva é necessário, além de limitar o acesso aos dados, não ocorrer a alteração das informações no momento de seu armazenamento;
  • disponibilidade: garantir que as informações gerenciadas possam ser acessadas pelas pessoas que têm autorização do sistema da empresa ou servidor que está armazenando os dados.

Essas ideias são indispensáveis para a boa gestão de informações produzidas por uma empresa ou pessoa física, e elas estão completamente ligadas à LGPD. Você conhece essa parte de nossa legislação? Não se preocupe, a gente te explica!

O que é a LGPD e o que ela determina?

LGPD ou Lei Geral de Proteção de Dados é o nome dado à Lei nº 13.709/2018 que determina os parâmetros sobre como devem ser gerenciados os dados pessoais gerados pelos usuários em qualquer meio, inclusive no ambiente digital. Essa determinação tem como objetivo preservar a integridade e a confidencialidade das informações para que ninguém seja lesado pelo vazamentos desse conteúdo.

A letra de lei sobre esse tema diz que:

Lei nº 13.709/2018
Art. 2º
 A disciplina da proteção de dados pessoais tem como fundamentos:

– o respeito à privacidade;

II – a autodeterminação informativa;

III – a liberdade de expressão, de informação, de comunicação e de opinião;

IV – a inviolabilidade da intimidade, da honra e da imagem;

V – o desenvolvimento econômico e tecnológico e a inovação;

VI – a livre iniciativa, a livre concorrência e a defesa do consumidor; e

VII – os direitos humanos, o livre desenvolvimento da personalidade, a dignidade e o exercício da cidadania pelas pessoas naturais.

Esses parâmetros foram determinados seguindo os pilares da segurança de dados que explicamos acima. É importante conhecer a LGPD, pois todas as ações tomadas pela empresa sobre esse assunto devem respeitar as diretrizes dessa diretriz. Por isso, você que está à frente da implantação desse sistema, não se esqueça de sempre conferir se suas escolhas estão de acordo com essa determinação, ok?

Qual a importância da segurança de dados para as empresas?

As informações que uma empresa tem de seus consumidores são, talvez, os seus ativos mais importantes. O negócio que se preocupa em otimizar o gerenciamento de dados fornecidos por seus consumidores, conquista mais eficiência e mantém uma base mais sólida para a tomada de decisões importantes.

E não podemos deixar de citar que estar de acordo com os parâmetros de proteção de informação acaba agregando a credibilidade e modernidade que vão moldar a imagem da organização. O que é, decerto, importante para abrir vantagem competitiva no mercado atual.

Além desses fatores, existem vantagens como:

  • garantir a ética e transparência nos processos internos;
  • deixar mais rápido e fácil o acesso a dados necessários para a estratégia da empresa;
  • minimizar o risco de informações estratégicas da marca acabarem vazando para a concorrência, revelando algo que poderia ser uma vantagem para a outra instituição;
  • ajudar a fidelizar clientes por perceberem que podem confiar em seu gerenciamento de dados;
  • melhorar a experiência desses usuários em seu servidor.

São muitos benefícios para sua empresa e também para quem confia em seu negócio, não é mesmo? Então, saiba como começar a aplicar técnicas de segurança de dados!

Como garantir a segurança da informação?

Existem diversas maneiras de começar a aumentar a proteção das informações captadas por seu negócio, mas listamos as principais práticas e técnicas que vão fazer uma grande diferença!

1. Faça backups do servidor

Os backups são formas de fazer uma cópia de arquivos e dados de um sistema para um local secundário. Além disso, eles também possibilitam recuperar informações perdidas ou roubadas. Para deixar essa prática ainda mais eficaz, é importante utilizar uma ferramenta de criptografia para manter a integridade dos conteúdos mesmo durante a cópia.

2. Coloque limites nos acessos

Para identificar qualquer ataque ou erro no sistema, é indispensável ter um controle de quem acessa ou não as informações administrativas e também dos clientes. Assim será possível verificar qualquer modificação que ocorra nesse banco de dados. Por isso, limite a quantidade de pessoas que pode entrar nesse arquivo e a liberdade que cada colaborador tem de alterar o conteúdo.

3. Utilize o armazenamento de dados na nuvem

A melhor maneira de deixar os dados armazenados, seja em backup ou o arquivo original, é utilizar a tecnologia de nuvem. Ao optar por essa função, as suas informações ficarão em um espaço na rede que pode ser acessado de qualquer lugar – quando logado por alguém que tenha o acesso permitido – e que possua aparatos extras de segurança.

Falamos mais sobre esse tipo de serviço no post “O que é computação na nuvem: benefícios e aplicações“. Não deixe de conferir!

4. Fortifique o gerenciamento de senhas

Estamos falando sobre segurança de dados em uma em que os ataques cibernéticos estão mais refinados e poderosos. Por isso, já não dá para utilizar mais senhas como “nomedaempresa123” e pensar que estará realmente deixando as informações seguras em seu banco de dados, certo?

A melhor saída é optar pela criação de códigos aleatórios feitos por algum sistema de segurança, o que gera senhas variadas e que não são facilmente adivinhadas por criminosos virtuais. É interessante também adotar uma política de mudança de senhas periodicamente. Dessa maneira, toda a equipe terá novas chaves de acesso em um curto período de tempo, o que reduz as chances de um ataque bem-sucedido!

Agora que já conhece a importância dos cuidados com segurança de dados, comece a implementar as técnicas desse sistema em seu negócio e se torne uma referência de confiança para seus clientes! Acompanhe os posts da Clicksign para estar por dentro de novas tecnologias e automações que ajudam o setor empresarial.

E não se esqueça de dar uma olhada no post “Entenda o que é automação e como ela pode revolucionar sua empresa“. Até a próxima!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.