Estamos contratando, veja nossas vagas.

Blog

10 passos para se tornar uma empresa sustentável!

Lixeiras com descartes separados de plástico e papel
Business

10 passos para se tornar uma empresa sustentável!

Você sabia que, em tempos atuais, a sustentabilidade nas empresas é um ponto chave para alavancar o negócio? Por meio da conscientização mundial sobre a necessidade de cuidar dos ecossistemas do planeta, negócios que não visem práticas sustentáveis em sua atuação acabam por perder espaço no mercado econômico.

E é óbvio que você, empreendedor e gestor, quer um crescimento saudável tanto para sua empresa, quanto para o meio ambiente, não é? Mas e se te contarmos que não é apenas isso que define sua atividade como sustentável?

Essas e muitas outras informações serão trabalhadas pela Clicksign no decorrer deste texto, e aqui você conhecerá boas práticas voltadas ao empreendedorismo verde. Acompanhe!

O que é a sustentabilidade e como ela se aplica ao meio empresarial?

Nós vivemos um momento delicado: a crise climática e hídrica já faz parte das manchetes de jornal, e é sabido também que o mundo está em constante evolução e inovação, então por que não aproveitar o melhor de tudo o que o desenvolvimento social, a transformação tecnológica e os recursos naturais têm a oferecer?

O conceito de sustentabilidade é bem simples de ser entendido, e inclusive é bastante intuitivo: a busca pelo equilíbrio entre o desenvolvimento humano e a preservação dos recursos naturais, sem comprometer a geração atual e tampouco a futura.

Suprir as necessidades do dia a dia é um dos muitos objetivos da maioria dos segmentos empresariais, mas essa atividade não pode afetar gerações futuras.

Deste modo, uma empresa sustentável é aquela que idealiza (e põe em prática!) a conservação dos recursos esgotáveis da sociedade em que vive e, ainda assim, amplia seus negócios.

Essa afirmação fica mais simples quando se entende os pilares da sustentabilidade empresarial:

Os 3 pilares da sustentabilidade empresarial

Hoje em dia, o conceito de sustentabilidade aplicado ao meio corporativo está sim relacionado ao meio ambiente, porém não só. Erroneamente muitos pensam que fomentar projetos de sustentabilidade nas empresas trata-se somente da preservação da flora, fauna, reflorestamento, etc., e por mais que isso seja válido no mais amplo sentido do desenvolvimento sustentável, tem mais aí.

Uma empresa que atua de forma sustentável deverá, ainda, observar três pilares que devem coexistir e interagir entre si de modo mais harmonioso possível. Vamos conhecer essas 3 bases?

1. Meio social

Todo capital humano que está direta ou indiretamente ligado ao desenvolvimento de determinada atividade empresarial – funcionários, fornecedores, público-alvo, clientes e a comunidade em geral – diz respeito ao pilar social da sustentabilidade empresarial.

Desenvolver práticas socialmente sustentáveis não é fornecer os direitos por Constituição Federal garantidos aos colaboradores, por exemplo, mas proporcionar um ambiente de trabalho harmonioso e saudável, com ideias de desenvolvimento pessoal e coletivo de todos ali presentes.

2. Meio econômico

Uma empresa economicamente sustentável é aquela que tem a capacidade de produzir e distribuir produtos ou serviços de forma justa dentro do mercado econômico. Sabe a famosa e conhecida concorrência justa? Então!

Além disso, o desenvolvimento de suas atividades não pode estar em desequilíbrio com o ambiente ao seu redor. Se o lucro de uma atividade empresarial advém da exploração de colaboradores, acúmulos de função, más condições de trabalho conjuntamente com a degradação da área natural a sua volta, por exemplo, não há o que se falar em relação harmoniosa.

Crescer economicamente é algo que não deve causar prejuízo em nenhum ecossistema (social ou ambiental).

3. Meio ambiente

Finalmente chega-se ao mais adequado ao empreendedor eco-friendly: minimizar os impactos que o desenvolvimento de uma atividade possa gerar, de forma direta ou indireta, ao meio ambiente e aos recursos naturais.

Mas muita atenção, apenas projetos mitigatórios não deixaram sua empresa bem quista. As estratégias de proteção aos ecossistemas humanos, econômicos e ambientais devem ser reais e efetivas. Fornecer embalagens sustentáveis e biodegradáveis enquanto se aproveita da mão de obra barata, por exemplo, não é um exemplo de sustentabilidade empresarial.

Aos gestores: 10 dicas de práticas para um negócio mais eco-friendly!

Agora que o conceito e os fundamentos da sustentabilidade nas empresas foram clarificados, que tal conferir dicas de algumas práticas sustentáveis que podem embasar o projeto de sustentabilidade do seu negócio?

1. Otimização de processos empresariais por meio da automação

Utilize a tecnologia a favor da empresa: retire todos processos repetitivos humanos que forem desnecessários. Não é preciso mais, nos dias de hoje, perder tempo com emissões de notas fiscais e preenchimento de formulários quando plataformas digitais podem fazer isso para você, por exemplo.

Além de eliminar esforços desnecessários em rotinas internas que não agregam valor ao cliente, os colaboradores antes encarregados daquela função maçante agora poderão trabalhar de forma mais estratégica.

A automação pode revolucionar sua empresa, e esta é uma prática sustentável: proporciona aumento de produtividade, diminuição de custos e redução de erros que antes comprometiam processos. Muito bom, não é?

2. Melhorar a gestão de documentos e diminuir a papelada

A gestão de documentos visa simplificar a vida profissional do seu negócio, e com certeza também é benéfica ao caixa do negócio: quando os padrões são seguidos, os gastos financeiros são diminuídos.

Só de não ter que comprar tantas resmas de papéis, além de preservar o meio ambiente e gerar um nível de organização muito interessante a sua empresa, a digitalização da gestão de documentos ainda auxiliará na automatização de processos e na implantação do tão necessário home office.

Falando em home office, os colaboradores têm de ter acesso aos documentos necessários a sua desenvoltura profissional, motivo pelo qual a computação na nuvem também deve ser observada.

Para depois: 7 dicas para simplificar a gestão de documentos.

3. Contratos virtuais e assinaturas eletrônicas

Já que sua empresa está diminuindo o uso massivo de papéis, que tal considerar trabalhar com contratos virtuais? A Clicksign já falou sobre isso aqui, e você pode estar de perguntando por que essa dica não foi acrescentada na gestão de documentos, e nós explicamos:

O fechamento ágil de negócios vai além da gestão de documentos, unindo-se também à gestão de tempo e fornecimento de maior segurança ao seu cliente, e por isso a assinatura eletrônica é importante ao contrato virtual e à sustentabilidade empresarial.

4. Estratégias de marketing voltadas ao empreendedorismo verde

Se a ergonomia no ambiente de trabalho é deveras importante, pensar na jornada do seu cliente também. Mas não só! As estratégias de marketing de empresas engajadas na sustentabilidade devem também visar conscientizar toda a sociedade.

Mire na sustentabilidade fazendo um bom trabalho naqueles 3 pilares já discutidos (todos os ecossistemas são importantes, lembre-se), e após, conte pro mundo sobre isso.

5. Praticar o consumo consciente

Caso não seja possível eliminar de vez o uso de papéis, então incentive o consumo consciente deste produto apenas quando necessário. O desmatamento prejudica toda uma sociedade, e mesmo que seja uma pequena contribuição, na verdade ela é essencial.

A mesma ideia se aplica à iluminação, por exemplo. Otimize o consumo de energia e invista em lâmpadas de LED, incentive a equipe a desligar o ar condicionado e as luzes quando ninguém estiver usando, entre outras práticas. O consumo é geral e a responsabilidade também.

6. Dê adeus aos descartáveis no local de trabalho

Uma estratégia muito interessante para que copos descartáveis, por exemplo, não sejam utilizados em massa por aqueles que ali se encontram todos os dias, é instigar seus funcionários a trazerem canecas e garrafas d’água. Incentive a substituição dos descartáveis por reutilizáveis.

Mas não tire o corpo fora também, é necessário que a empresa também disponibilize copos reutilizáveis (laváveis, como vidro) para seus colaboradores.

7. Apoiar os fornecedores locais é ser sustentável

Sua empresa está localizada em algum ponto desse nosso mundo, e isso faz dela um pouco responsável pelo que acontece à sua volta. Então, apoiar os fornecedores locais de seu bairro ou cidade será muito interessante para o desenvolvimento da economia em geral e também para estreitar os laços sociais entre a empresa e os consumidores. Pense nisso!

8. Invista na reciclagem

Separar os descartes entre lixo orgânico e reciclável auxilia no processo seguinte de coleta do lixo, afinal, a sociedade também deverá ser primada.

Além de conscientizar os funcionários e fazer com que a reciclagem seja uma rotina, isso ainda fará um bem social. Pode parecer ineficaz, mas seu gasto diminuirá e o meio ambiente também agradecerá.

9. Incentive o uso de transportes alternativos aos colaboradores e consumidores

A sensação de integração entre os colaboradores também tem ligação com a sustentabilidade social da atividade de uma empresa, logo, por que não incentivar as caronas coletivas, por exemplo? Incluir um dia da bike na ida ao trabalho também é válido.

Mas, novamente, são ideias de conscientização. A empresa não pode obrigar seus colaboradores a isso, mas o incentivo já é algo. A diminuição na emissão de carbono é importante para todos.

10. Inclua a sustentabilidade como métrica de avaliação de desempenho

Avaliando sua empresa frente ao mercado, como ela está no quesito “projetos sustentáveis aplicados em sua atividade”? Inclua a análise desse ponto no estudo da sua gestão.

Ademais, inclua também na avaliação do desempenho individual e coletivo de sua equipe. Papel está sendo economizado? E copos descartáveis? Estamos alinhados justamente à concorrência? O que podemos melhorar em nossa atuação para um futuro mais promissor? Indague!

Já deu para entender que o desenvolvimento empresarial consciente necessita de uma atuação ativa do seu negócio para o bem-estar social, não é? A Clicksign compreende a importância de um desenvolvimento sustentável, e por isso cria soluções neste sentido. Vem conosco rumo ao futuro!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *