Estamos contratando, veja nossas vagas.

A evolução do mercado de HealthTech no Brasil e Latam

Healthtechs
Tecnologia e Negócios
Segmento:

A evolução do mercado de HealthTech no Brasil e Latam

Desde o final da década de 1990, já existiam healthtechs no Brasil, mas nos últimos anos estas startups estão ganhando cada vez mais atenção, graças ao seu crescimento global. 

Mundialmente, dados do GlobalData mostram que as healthtechs estão crescendo mais rapidamente que qualquer outro tipo de empresa no setor da saúde, registrando +11,4% entre 2017 e 2021.

Quando olhamos apenas para o nosso país, mais de 60% das healthtechs em funcionamento foram fundadas a partir de 2016. Das 1.096 empresas observadas pelo Distrito Healthtech Report 2022, 676 tiveram suas portas abertas entre 2016 e 2022.

De fato, a pandemia instaurou uma grande crise para empresas de todos os segmentos, mas trouxe também uma grande necessidade por novas tecnologias e inovação, o que ajudou a acelerar as healthtechs.

Só nos últimos três anos, o mercado nacional registrou um crescimento expressivo de 16,11% e ainda movimentou cerca de R$ 1,79 bilhão em investimentos. Outro número que comprova este bom momento é a quantidade de empregos gerados, chegando a 3,8 mil novos postos de trabalho, um aumento de 21%.

Neste artigo, vamos explorar o impacto das healthtechs na saúde, entender como essas startups estão atuando no mercado brasileiro e latino americano e conhecer algumas tendências que prometem revolucionar o setor nos próximos anos. 

O que é Healthtech e qual seu impacto na saúde?

Antes de nos aprofundarmos no assunto, você sabe o que é uma Healthtech?

De forma simples, as healthtechs são startups criadas com objetivo de apresentar soluções e melhorias tecnológicas para a área da saúde como um todo. 

Segundo o Distrito Healthtech Report 2022, vemos o impacto dessas startups em diversos pontos na saúde pública e privada, como:

  • Otimização de processo: existem soluções que combinam inteligência artificial com diferentes tecnologias para melhorar a experiência dos pacientes e profissionais, além de agilizar processos de gestão.
  • Transparência e segurança de dados: destacam-se soluções digitais que têm como objetivo organizar as demandas, documentos e dados pessoais ou financeiros.
  • Expansão de pesquisa e aceitação de novos produtos e serviços: soluções que abrem o leque do mercado, facilitando o estudo de novos produtos, além de ajudar o público a aceitar essas novidades.
  • Investimento em pesquisa e desenvolvimento: as healthtechs têm mais abertura para inovar em produtos de forma mais rápida e acessível, trazendo uma nova perspectiva para o mercado como um todo.

Como as healthtechs estão atuando no mercado brasileiro e latino americano

Nos últimos anos, a revolução digital se tornou uma realidade ainda mais concreta no nosso dia a dia. Com o distanciamento social, as empresas precisaram se adaptar para o ambiente online e buscar cada vez mais soluções inovadoras para fidelizar seus clientes.

O aumento na busca pelas healthtechs é uma grande prova disso. De acordo com um estudo conduzido pelo Distrito e encomendado pela Movile, o investimento nas startups de saúde digital na América Latina superou o valor de US$ 800 milhões apenas nos últimos cinco anos.

Cerca de 80% deste montante foi voltado para empresas brasileiras, mesmo com as healthtechs representando apenas 9,5% das transações e 3,8% do volume total investido. Isso explica o crescimento acelerado que está acontecendo por aqui.

Quando voltamos para os dados nacionais, um dos pontos que pode justificar esse montante de investimento é a capilaridade do mercado. Existem muitas startups para diferentes tipos de necessidades e categorias, o que só fortalece o segmento. 

As startups que oferecem soluções para Gestão aparecem em primeiro lugar, com 28,44% do mercado, seguidas pelas de Acesso à Saúde (12,46%) e Telemedicina (11,96%). AI & Big Data, Medical Devices e Diagnóstico representam 6,5% da fatia, cada. Fitness & Bem-Estar (6,23%), Engajamento do Paciente (5,73%) e Farmacêutica (5,03%) são outros destaques da lista.

Outro dado interessante é a localização dessas empresas aqui no Brasil. A maioria das healthtechs são sediadas nas regiões Sudeste e Sul, que representam 68,10% e 20,34% do mercado nacional, respectivamente. 

(Fonte: Distrito Healthtech Report 2022)

Tendências que devem revolucionar o setor da saúde nos próximos anos

O mercado da saúde está em constante transformação. Afinal, sempre aparecem novas dores e problemas que precisam ser solucionados com urgência. E é exatamente aí onde as healthtecs entram.

Com isso em mente e com um olhar aguçado para o segmento, o Distrito Healthtech Report 2022 elencou algumas tendências que prometem revolucionar a área nos próximos anos. Selecionamos algumas das principais que têm grande potencial de crescimento e impacto nos hospitais, profissionais e até nos pacientes em geral.

1. Saúde Preventiva

Um hábito que muitos pacientes tradicionalmente têm é o de buscar atendimento médico apenas quando percebem um sintoma que os incomoda. Mas uma grande tendência que vem se destacando, graças ao legado deixado pela pandemia, é o da prevenção. 

Espera-se que a medicina invista cada vez mais nos cuidados preventivos e no acompanhamento regular, a fim de evitar o desenvolvimento de doenças mais graves, além de diagnosticar precocemente potenciais patologias que podem afetar o paciente. 

2. Femtechs

O empoderamento feminino é algo que só cresce nos últimos anos e esta revolução também chegou na saúde. As Femtechs são startups feitas exclusivamente para cuidar da saúde e facilitar o dia a dia das mulheres.

Muitos produtos e serviços podem ser desenvolvidos pelas Femtechs. Suas soluções visam cuidar, por exemplo, da vida sexual e reprodutiva da mulher, da sua longevidade, além de prover apoio psicológico e facilitar a rotina durante a gestação.

3. Nova fase da Telemedicina

Alguns anos atrás, muitos médicos e pacientes torciam o nariz só em pensar em uma consulta feita de forma remota. Depois da pandemia, a telemedicina foi impulsionada e continua ganhando cada vez mais força.

Afinal, é através dela que temos a possibilidade de receber um pré-diagnóstico e orientações médicas de qualquer lugar do mundo, sem precisar se deslocar. Neste novo momento, as empresas estão buscando se aprofundar em questões regulatórias que visam trazer mais segurança e qualidade de atendimento aos pacientes.

Se interessou pelo assunto? No nosso blog tem mais tecnologias na saúde para ficar de olho. Não deixe de ler!


A Clicksign é a solução ideal para acelerar o crescimento do seu negócio! Se você deseja saber mais sobre como a Assinatura de Documentos Online pode revolucionar os seus processos, faça um teste gratuito e veja como é possível fazer uma assinatura, com validade jurídica, em menos de 1 minuto. Experimente, não requer cartão de crédito!

Avalie esse conteúdo

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *