Estamos contratando, veja nossas vagas.

Blog

Blended learning: conheça o modelo de aprendizagem híbrida

Mulher negra deitada na cama de frente para um computador e utilizando um fone de ouvido
Tecnologia e Negócios

Blended learning: conheça o modelo de aprendizagem híbrida

O conceito de blended learning (ensino híbrido ou b-learning, como também é conhecido), tem sido difundido como uma boa solução para melhorar o aprendizado de estudantes em todo o mundo.

O principal conceito dessa metodologia é misturar técnicas de ensino à distância e presencial, dessa forma trazendo uma série de benefícios para a instituição, para os professores e para os estudantes. Mas como isso é feito na prática? Quais as reais vantagens destes modelos?

É sobre isso o nosso post de hoje, vamos lá?

O que é blended learning?

O blended learning é uma metodologia que mescla duas práticas de ensino visando proporcionar melhor adaptabilidade e desempenho para os alunos: com atividades em ambientes virtuais e presencial.

Com essas duas técnicas pedagógicas, os alunos visualizam todos os materiais das aulas, via plataforma de EAD, e vão presencialmente discutir os conteúdos, tirar dúvidas e participar de dinâmicas de integração.

Esse sistema pode ser estruturado com práticas síncronas e assíncronas, ou seja, com momentos em que alunos e professores desenvolvem atividades juntos, com horário predefinido ou com períodos flexíveis. Nós vamos te explicar melhor a seguir.

Qual o significado de aprendizagem síncrona e assíncrona?

Quando falamos sobre blended learning é importante abrir espaço para falarmos sobre aprendizagem síncrona e assíncrona. E para que não restem dúvidas, aqui está uma breve explicação sobre esses termos:

Aprendizagem síncrona

A aprendizagem síncrona é aquela que contempla os momentos em que aluno e professor estejam em um mesmo ambiente ou em sincronia nos acessos. Ou seja, todos devem estar conectados ao mesmo tempo.

Esse encontro mútuo pode ser feito tanto em ambiente presencial como no virtual. É importante que haja um professor, ou instrutor, junto aos alunos. A principal vantagem dessa modalidade é a oportunidade de se criar uma discussão em grupo, privilegiando uma rica troca de informações em tempo real.

A aprendizagem síncrona é bastante utilizada para situações em que é preciso dar chance para a interação entre pessoas do mesmo grupo, para momentos de resolução de problemas ou para troca de experiências com um especialista nos assuntos estudados.

Aprendizagem assíncrona

Já a modalidade que chamamos assíncrona, não exige nenhuma simultaneidade entre os acessos, mesmo que os materiais também estejam disponíveis em ambientes virtuais. Ou seja, aqui os alunos podem acessar todo o conteúdo em seu próprio tempo, sem a obrigatoriedade de ter um professor conectado ao mesmo tempo.

A maior vantagem dessa metodologia é a flexibilidade dos estudantes, que podem estudar quando e onde quiserem, com tempo hábil para analisar os materiais recebidos.

Com essas definições em mente, fica mais fácil entender porque elas são aplicadas e funcionam muito bem no blended learning. Para entender mais sore o assunto, veja o post “Qual a importância da tecnologia na educação?” em que explicamos como os recursos inovadores estão melhorando o cenário educacional.

Quais são as vantagens do blended learning?

A possibilidade de inserir um ensino híbrido pode transformar as instituições de ensino e, por que não, empresas e outras organizações. Afinal, a facilidade de acesso, flexibilidade de horários e a integração entre os participantes é vantajosa para todos e amplia as possibilidades de conhecimento. Aqui estão outras vantagens desse tipo de metodologia:

1. Redução de custos

Sim, nós podemos falar em redução de gastos das instituições de ensino ao realizar o ensino híbrido. Como? Com a possibilidade de se trabalhar on-line, as instituições terão economia em recursos como água, luz e materiais didáticos, por exemplo.

2. Criação de documentos virtuais

Esqueça as burocracias. Com sistemas de assinatura digital, os contratos, documentos de matrícula e até o diploma virtual podem ser emitidos. Essas tecnologias fazem com que os processos sejam mais ágeis e que não haja gastos com papel, tempo de trabalho e facilita principalmente em casos de longa distância geográfica.

3. Autonomia para o aluno

Os estudantes têm maior autonomia para decidir como e quando vão estudar, gerenciando seu tempo e prazos para cumprir todos os compromissos. Além disso, os alunos podem explorar diferentes habilidades e aproveitar o melhor dos dois mundos, o virtual ou nos encontros de forma presencial.

4. Estimula a integração entre os estudantes

Com os encontros presenciais é possível desenvolver a integração entre os alunos, através de dinâmicas coletivas favorecendo as mais variadas trocas de experiências.

O b-learning permite que os estudantes tenham maior pensamento crítico e mais oportunidades de mergulhar nos assuntos de forma aprofundada. Além disso, é uma metodologia que privilegia um aprendizado mais personalizável, se for comparada com a modalidade apenas presencial.

Você sabe a diferença entre blended learning e EAD?

O ensino híbrido, como também chamamos a metodologia blended learning, pode ser facilmente confundido com a modalidade EAD, já que os conteúdos são disponibilizados em plataformas on-line e possuem encontros presenciais. Mas, as diferenças entre essas duas metodologias está tanto na frequência quanto nos objetivos destes encontros.

No ensino EAD todas as fases e processos de aprendizado (aulas, fóruns, atividades, exames etc.) são feitos em ambiente virtual e os encontros presenciais são mais voltados para a aplicação das provas finais.

O blended learning une o melhor dessas duas modalidades de ensino:

  • a praticidade e facilidade dos conteúdos em ambiente virtual, como no EAD;
  • a troca de experiências e contato próximo entre professores e alunos, como na metodologia presencial.

Só mais um destaque: nos encontros presenciais do ensino híbrido predominam as aulas com exercícios, dinâmicas e práticas com o objetivo de humanizar as relações em grupo e com os professores. O resultado é o maior desenvolvimento dos processos de aprendizagem.

Afinal, como o blended learning acontece na prática?

Como já exemplificamos anteriormente, na prática o blended learning funciona a partir da combinação de práticas de ensino presencial e também à distância, com o objetivo de maximizar o aprendizado de alunos com diferentes níveis de capacidade e habilidade.

Como é o foco presencial?


O objetivo dos encontros presenciais é a interação e o envolvimento dos estudantes em grupo
, juntamente com os professores. Nesses casos todos os materiais são liberados de forma antecipada na plataforma virtual e os estudantes, após estudo individual, se encontram presencialmente para discuti-los.

Como é o foco à distância?

Na modalidade on-line do b-learning os estudantes acessam os materiais em uma plataforma virtual e fazem todas as tarefas, pesquisas e exercícios em casa. Os encontros presenciais, então, serão para apresentar trabalho, discussões ou avaliações.

Como aumentar a produtividade no blended learning?

Uma das formas de aumentar a produtividade no blended learning é através da automatização de processos, que fazem com que a relação instituição de ensino e estudantes seja mais ágil e que o dia a dia seja mais prático. Através da assinatura eletrônica nas instituições de ensino, o processo de matrícula é simplificado, por exemplo.

A instituição economiza tempo e mão de obra para disponibilizar documentos em massa, em apenas alguns cliques.

Outra forma de melhorar a produtividade nessa metodologia é através de consultas on-line com os professores, que podem ser bem planejadas e ajudam a otimizar o aprendizado para as experiências posteriores em grupo.

A tecnologia no ensino tem ajudado a facilitar o acesso aos conteúdos e fazendo com que o ensino esteja ao alcance de todos, por isso o blended learning tem sido tão importante.

Gostou de aprender mais sobre essa metodologia que tem revolucionado o jeito de ensinar e aprender? Continue acompanhando nossos posts aqui no blog da Clicksign para saber mais sobre tecnologia e inovação na área da educação.

Até a próxima.

Avalie esse conteúdo

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.